NFL

Cleveland Browns troca Duke Johnson com Houston Texans; veja mais transações

Duke Johnson, running back da NFL

Duke Johnson bateu o pé e disse que desejava ser trocado. E, nesta quinta-feira (8), o Cleveland Browns trocou o running back com o Houston Texans.

A franquia texana concordou em mandar uma escolha condicional do draft de 2020 da National Football League para os Browns como compensação pelo jogador. Essa escolha pode se tornar uma de terceira rodada se Johnson estiver no elenco ativo por 10 jogos, segundo informações de Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, e Adam Schefter, da ‘ESPN’ norte-americana.

O negócio se dá depois que os Texans dispensaram o running back D’Onta Foreman mais cedo nesta semana. Posteriormente, o atleta foi trazido pelo Indianapolis Colts.

Johnson vinha buscando uma troca desde o início da offseason e chegou a afirmar que não havia nada que os Browns pudessem fazer para mudar sua cabeça.

O quarterback Baker Mayfield, um dos líderes dos Browns, publicamente criticou Johnson em junho, após o pedido de troca ser feito pelo RB, mas ele disse no final do mês passado que eles tinham conversado e que os problemas entre os dois estavam no passado.

Vale lembrar que, em junho de 2018, Johnson assinou uma extensão de contrato de três anos, com valor de US$ 15,6 milhões, com a franquia de Ohio. Ele está sob contrato até a temporada 2021 e os Texans vão carregar a parte remanescente do acordo.

Selecionado na terceira rodada do draft de 2015 pelos Browns, com a 77ª escolha geral, Duke Johnson Jr. correu 299 vezes para 1.286 jardas e cinco touchdowns em 64 jogos ao longo de suas quatro temporadas na liga até agora. Ele também fez 235 recepções para 2.170 jardas e oito TDs, sendo ainda melhor no jogo aéreo.

Apesar do desempenho, ele perdeu espaço para o calouro Nick Chubb no elenco dos Browns em 2018. E, nesta offseason, Cleveland contratou Kareem Hunt, que vai perder os primeiros oito jogos de 2019 devido a uma violação da política de conduta pessoal da NFL.

Na semana passada, Bill O’Brien, técnico dos Texans, deixou claro que o running back Lamar Miller será o titular nesta temporada. Em compensação, o head coach disse que o posto de reserva está “bem aberto”.

Confira mais movimentações na NFL nesta quinta (8) de pré-temporada:

Robert Quinn, defensive end do Dallas Cowboys, foi suspenso pelos primeiros dois jogos da temporada 2019 por violar a política de substâncias para melhoria de desempenho da NFL. O anúncio foi feito pela franquia texana nesta quinta.

Quinn está sendo suspeito especificamente por ter utilizado um agente de mascaramento.

O jogador emitiu uma nota oficial.

A disponibilidade de Quinn para a semana 1 já estava em dúvida depois que ele fraturou a mão esquerda no treino da última terça.

O técnico Jason Garrett expressou seu apoio ao defensive end em sua entrevista coletiva nesta quinta: “nós apoiamos Robert Quinn. Nós realmente gostamos de tudo que ele tem feito pelo nosso time desde que chegou aqui. Estamos empolgados com o futuro dele no nosso time”.

– O Kansas City Chiefs chegou a um acordo com o cornerback Morris Claiborne em um esforço de melhorar a secundária, um dos pontos frágeis do elenco. O negócio foi noticiado em primeira mão pelo ‘Yahoo! Sports’.

Segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, o contrato tem valor de cerca de US$ 3 milhões.

Claiborne não será capaz de jogar logo de cara, já que ele está suspenso pelos primeiros jogos da temporada 2019 por violar a política de abuso de substâncias da NFL. Assim, ele só poderá participar do quinto jogo dos Chiefs, no dia 6 de outubro, contra o Indianapolis Colts.

Morris Claiborne é um titular com sete anos de experiência e passagens por Dallas Cowboys e New York Jets. Ele soma sete interceptações na carreira, incluindo duas no ano passado com a camisa da franquia nova-iorquina.

– O Miami Dolphins fechou com o defensive end Robert Nkemdiche nesta quinta e adicionou o jogador na lista de ativos/sem condições físicas de desempenhar.

Nkemdiche foi dispensado pelo Arizona Cardinals, time que o selecionou na primeira rodada do draft de 2016, no final de julho, um dia depois que ele se apresentou no training camp fora de forma.

O contrato de um ano do defensive end com os Dolphins tem valor de cerca de US$ 1,1 milhão, como apurou Adam Schefter, da ‘ESPN’.

Nkemdiche, que vem se recuperando de cirurgia no ligamento cruzado anterior realizada em dezembro, foi companheiro de equipe de Laremy Tunsil, left tackle da franquia da Flórida, em Ole Miss. Os Dolphins perguntaram sobre o caráter de Nkemdiche a Tunsil antes de fecharem a contratação.

– O Green Bay Packers anunciou as dispensas do safety Ibraheim Campbell, do linebacker lesionado Kendall Donnerson, e do running back Corey Grant.

– O Pittsburgh Steelers contratou o cornerback Trevon Mathis e dispensou o lesionado running back Ralph Webb.

– O San Francisco 49ers anunciou a contratação do defensive lineman Jeremiah Valoaga sob contrato de um ano. Para abrir espaço no elenco, a franquia dispensou o wide receiver Chris Thompson.

Comments
To Top