NFL

Antonio Brown não será colocado na lista de isenção; veja mais transações na NFL

Antonio Brown, wide receiver do New England Patriots

A National Football League não vai colocar o wide receiver Antonio Brown, do New England Patriots, na lista de isenção do Comissário neste momento. Isso o torna elegível para jogar no domingo contra o Miami Dolphins, segundo o jornalista Adam Schefter, da ‘ESPN’ norte-americana.

A liga abriu uma investigação contra Brown que vai incluir entrevistas com o wide receiver e Britney Taylor, ex-treinadora de Brown que apresentou uma ação no Distrito Sul da Califórnia na última terça em que ela acusa o jogador de agredi-la sexualmente em três ocasiões entre 2017 e 2018.

Taylor tem uma reunião marcada com a NFL na próxima semana, segundo confirmou a ‘ESPN’ anteriormente.

Fontes disseram a Schefter que A.B. não será colocado na lista de isenção porque, atualmente, não há nenhuma investigação criminal aberta contra o recebedor.

Questionado nesta sexta se Brown iria jogar neste domingo (15) contra o Miami Dolphins, o técnico Bill Belichick afirmou: “vamos fazer o que é melhor para o time”.

Posteriormente, o head coach observou que a equipe está tentando colocar Brown no ritmo o mais rapidamente possível, tentando fazê-lo se acostumar com o ataque dos Pats.

Na última quinta, fontes disseram a Jeremy Fowler, da ‘ESPN’, que os Patriots e o Oakland Raiders, time anterior de Brown, não estavam cientes da ação pendente contra Brown, que vinha conversando com Taylor ao longo dos últimos meses. As duas partes concordaram que suas conversas permaneceriam em confidencialidade até que Taylor entrou com a ação, como disseram fontes a Fowler.

Darren Heitner, advogado de Brown, afirmou em comunicado emitido na última terça que seu cliente e Taylor estiveram envolvidos em “uma relação pessoal consensual”.

Confira mais movimentações ao redor da NFL nesta sexta (13):

Torrey Smith, wide receiver que conquistou dois Super Bowls, está se aposentando após oito temporadas na National Football League. Ex-escolha de segunda rodada de draft do Baltimore Ravens, Smith anunciou sua aposentadoria em um vídeo no qual agradeceu ao futebol americano por tudo que ele conquistou.

“Sou abençoado por poder me afastar do esporte com a maior parte da minha saúde, uma mente esclarecida, e um coração agradecido”, disse o WR, ao final do vídeo. “Mal posso esperar para iniciar a próxima fase da minha vida, onde meu coração está e nunca saiu: Baltimore”, completou.

O vídeo, de pouco mais de três minutos de duração, vale ser assistido.

Torrey Smith iniciou sua carreira em Baltimore em 2011, onde imediatamente se tornou um grande wide receiver, ajudando os Ravens a conquistarem um título de Super Bowl em sua segunda temporada. O WR ultrapassou as 750 jardas em todas as suas quatro temporadas na franquia de Maryland, anotando 30 touchdowns recebidos ao todo.

Após sua saída de Baltimore, Smith não foi mais tão produtivo. Ele teve duas temporadas bem mais ou menos no San Francisco 49ers, e depois chegou ao Philadelphia Eagles, onde conquistou seu segundo Super Bowl antes de ser trocado com o Carolina Panthers em 2018.

No ano passado, ele fez apenas 17 recepções para 190 jardas e dois TDs. Smith foi cortado pelos Panthers mais cedo neste mês.

Atualmente com 30 anos de idade, Torrey Smith deixa a NFL sendo conhecido como um grande WR de rotas longas, um grande companheiro de equipe e um grande líder de time.

Em sua carreira profissional, Smith somou 319 recepções para 5.141 jardas e 41 touchdowns.

– O safety Minkah Fitzpatrick, do Miami Dolphins, recebeu permissão do time para buscar uma equipe interessada em adquiri-lo em troca. A informação foi apurada por Chris Mortensen, da ‘ESPN’ norte-americana.

Joel Segal, agente do defensiva back, esteve em contato com alguns times.

Fitzpatrick, que foi selecionado com a 11ª escolha geral do draft de 2018 pelos Dolphins, não está contente em jogar em várias posições, de acordo com fontes. Inicialmente, os times têm mostrado resistência ao preço que está sendo pedido por Miami, que inclui uma escolha de primeira rodada de draft.

“Eu não posso focar nesta troca, e isso e aquilo. Estou focado no domingo. Tenho que focar no New England Patriots”, afirmou Fitzpatrick, em contato com a imprensa nesta sexta.

O técnico Brian Flores disse nesta sexta que prevê que Fitzpatrick seja uma grande parte do plano de jogo de domingo contra os Pats. O head coach se recusou a comentar se o defensive back vai permanecer na equipe ao longo da temporada, mas observou que não acha incomum um atleta permanecer em uma equipe, mesmo que não queira.

Na temporada 2018, Minkah Fitzpatrick somou duas interceptações, nove passes defendidos e 80 tackles totais em 16 jogos com a camisa do Miami Dolphins.

– Um dia depois de ser oficialmente liberado pelo Houston Texans, o cornerback Aaron Colvin fechou com o Washington Redskins.

Os Redskins também fecharam com o wide receiver Robert Davis, que estava no elenco de treinamento (practice squad), e colocou o running back titular Derrius Guice e o defensive lineman Caleb Brantley na injured reserve.

Colvin foi cortado quase que imediatamente depois da derrota dos Texans para o New Orleans Saints, no Monday Night Football, quando ele cedeu dois passes para touchdown e teve papel importante na campanha que rendeu o field goal da vitória dos Saints.

Comments
To Top