NFL

Broncos visitam Seahawks buscando vingança pós-Super Bowl

(Crédito: Instagram/reprodução)

Após ser humilhado no último Super Bowl, Manning terá a chance da revanche (Crédito: Instagram/reprodução)

Já passaram-se sete meses do Super Bowl XLVIII, mas a derrota humilhante pelo placar de 43 a 8 ainda dói nos corações dos torcedores do Denver Broncos. Neste domingo (21), entretanto, será a chance da ‘vingança’ para a equipe do Colorado, que entra em campo no CenturyLink Field, às 17h25 (de Brasília), para medir forças com o Seattle Seahawks.

É somente a sexta vez na história da NFL que participantes do Super Bowl se encontram na temporada seguinte. As duas equipes já haviam se cruzado na semana 1 da última pré-temporada, no Sports Authority Field at Mile High, casa da franquia do Colorado, e, na ocasião, os Broncos conquistaram uma pequena vingança, ainda que sem valer nada, e venceram por 21 a 16.

As duas equipes vivem momentos distintos neste início de temporada. Enquanto o atual campeão Seattle Seahawks derrotou bem o Green Bay Packers na abertura da temporada (36 a 16), mas acabou perdendo na semana passada para o San Diego Chargers (30 a 21), o Denver Broncos começou o campeonato com o pé direito e já triunfou em seus dois primeiros compromissos: contra Indianapolis Colts (31 a 24) e contra Kansas City Chiefs (24 a 17).

A partida deste domingo novamente vai colocar, frente a frente, os quarterbacks Peyton Manning e Russell Wilson, que não começaram nada mal a temporada. No jogo passado, no triunfo sobre os Chiefs, Manning completou 21 passes de 26 para 242 jardas e três touchdowns. Até agora, em dois jogos, o camisa 18 acertou 69,4% de seus passes para 511 jardas e seis TDs, não tendo ainda lançado uma interceptação sequer.

Do lado dos Seahawks, Russell Wilson não fez uma má partida contra os Chargers, já que ele conectou 17 passes de 25 para 202 jardas e dois touchdowns. Ao todo, até o momento, o camisa número 3 da equipe do estado de Washington lançou para quatro TDs, completou 67,9% de seus passes para 393 jardas e, assim como Manning, também não foi interceptado.

Um dos trunfos do Denver Broncos, que tenta superar o hostil mando de campo do Seattle Seahawks para manter os 100% de aproveitamento, é o retorno de Wes Welker. O wide receiver, selecionado cinco vezes em sua carreira para o Pro Bowl, foi reintegrado ao elenco, depois que a NFL aprovou uma nova política de substâncias proibidas e sua suspensão de quatro jogos foi cortada. Na última quarta-feira (17), Welker treinou pela primeira vez desde o dia 1 º de setembro.

Como prova da importância de Wes Welker para o time, o camisa 83 fez 73 recepções para 778 jardas e dez touchdowns (maior marca de sua carreira) em 13 jogos dos quais participou na temporada regular do ano passado.

Conhecido por sua defesa bem forte nas últimas temporadas, o Seattle Seahawks não vem de uma partida boa defensivamente falando. Ao todo, a equipe que é a atual detentora do Troféu Vince Lombardi cedeu 377 jardas para o San Diego Chargers no último jogo (276 aéreas e 101 corridas) e tomou 30 pontos. O ataque também não foi muito próspero e conquistou apenas 180 jardas de passe. Diante disto, os Seahawks precisam se reabilitar urgentemente para não ficarem com uma vitórias e duas derrotas na semana 3.

O Denver Broncos não enfrenta o Seattle Seahawks fora de casa desde o dia 17 de novembro de 2002, quando derrotou o rival pelo placar de 31 a 9. Nos sete encontros entre as duas equipes na temporada regular desde 2000, os Broncos levaram a melhor em cinco oportunidades.

Comments
NFL, NBA e MLB. Notícias, relatos e colunas. E uma pitada de humor de tiozão. Contato: [email protected]
Copyright © 2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18


Jogue com responsabilidade


To Top