NFL

Brock Osweiler quis sair da sombra de Manning ao ir para os Texans

(Crédito: Instagram/reprodução)

(Crédito: Instagram/reprodução)

John Elway pode ter dito as melhores e mais diretas coisas possíveis para tentar convencer Brock Osweiler a continuar com o Denver Broncos, mas a verdade é que o Hall da Fama e vice presidente executivo do time sabia que não ia entrar em uma guerra na free agency para o jogador.

Os Broncos iniciaram as conversas com um contrato de um ano valendo US$13 milhões, que depois aumentou para três anos e US$45 milhões. Porém quando os Texans trouxeram um acordo de US$17 a US$18 milhões ao ano, os Broncos sabiam que tinham perdido o jogador.

Além de toda a guerra de números, há um fator crucial para a saída de Osweiler do time: ele queria sair da sombra de Peyton Manning, e por conta disso, Elway sabia que somente um número muito alto poderia manter o QB no time. Entre um enorme contrato para um jogador que só começou sete jogos em sua carreira da NFL, e dinheiro disponível para manter sua defesa, os Broncos apostaram na garantia.

Outro ponto para Osweiler é que, se ficasse em Denver, teria que entrar no lugar de uma lenda, enquanto que nos Texans, ele só precisa jogar melhor que Ryan Mallett.

 

Comments
To Top