NFL

Brett Favre considera retornar à NFL como general manager ou técnico

Brett Favre, ex-quarterback da NFL

(Crédito: Twitter/reprodução)

Agora membro do Hall da Fama do Futebol Americano Profissional (PFHOF), Brett Favre dificilmente vai conseguir ficar fora da National Football League por muito tempo. E o agora aposentado quarterback não descartou voltar à liga como general manager ou mesmo head coach.

Em entrevista ao programa Wilde & Tausch, da rádio ‘ESPN Wisconsin’, Favre revelou que tem refletido sobre essas possibilidades.

“Esse tipo de coisa passou pela minha cabeça. Porque não é diferente para mim do que treinar. É estar envolvido no esporte em algum aspecto”, declarou o ex-QB, atualmente com 47 anos e fora da NFL desde 2010.

O ex-signal caller, ídolo do Green Bay Packers, passou dois anos treinando na Oak Grove High School, em Hattiesburg, no Mississippi, depois de se aposentar.

“Quando eu treinei no futebol americano de high school por dois anos, realmente não estava no meu radar. Meu pai fez isso por muitos, muitos anos, (mas) eu pensei: ‘simplesmente não tenho mais nada remanescente de um lado competitivo. Que tipo de treinador eu seria?’. Eu sempre pensei que seria um bom técnico, mas não sabia se tinha a vontade dentro de mim. Bem, eu tinha. E vou dizer que foi uma alegria. O espírito competitivo voltou. Obviamente, era diferente de jogar, e eu me diverti muito”, observou.

Apesar do desejo de ser um general manager, por exemplo, Favre admitiu que ter uma função de diretoria seria difícil, simplesmente por causa dos aspectos de negócio associados com esse tipo de cargo.

“Eu acho que o espírito competitivo estaria lá. É simplesmente diferente porque há o tal lado do negócio. Não sei se eu teria isso em mim. Escolher bons jogadores sempre foi uma arte – e alguns fazem isso melhor do que outros – e há alguma sorte envolvida e coisas assim. Mas, sim, passou pela minha cabeça, assim como ser treinador também”, pontuou Favre.

Favre notou que o ex-quarterback Bart Starr, membro do Hall da Fama, teve um caminho parecido pós-carreira de jogador nos Packers, sendo técnico principal de 1975 a 1983. E dois dos ex-reservas de Favre em Green Bay (Doug Pederson, atual técnico do Philadelphia Eagles, e Ty Detmer, coordenador ofensivo do Brigham Young) tiveram carreiras de sucesso no futebol americano como treinadores.

“Eu diria que eu nunca diria nunca. Acredito que seria um trabalho dos sonhos, trabalhar como treinador ou alguma forma de administrador. Eu não sei, e eu não quero criar um furor (falando sobre isso), porque quem sabe? Mas eu diria: ‘nunca diga nunca’”, ressaltou.

Brett Favre garantiu, contudo, que qualquer tipo de tentativa de voltar à NFL não será antes de sua filha mais jovem Breleigh terminar sua carreira como jogador de vôlei em Southern Miss. A garota será caloura neste ano com a camisa dos Golden Eagles.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top