NFL

Brett Favre: Aaron Rodgers ainda tem bom tempo para vencer mais um Super Bowl

Aaron Rodgers, quarterback do Green Bay Packers

(Crédito: Instagram/reprodução)

Aaron Rodgers é titular absoluto do Green Bay Packers desde 2008, após ser banco de Brett Favre em seus primeiros três anos na NFL, e apesar de ser um dos grandes quarterbacks da liga, ele faturou apenas um título de Super Bowl até agora na carreira.

No total, foram oito classificações aos playoffs (a franquia de Wisconsin não fica fora da pós-temporada desde 2008), mas a caminhada até o grande jogo foi apenas em 2010.

Assim, muitos questionamentos cercam Rodgers e os Packers, em termos de chances de título. Porém, o camisa 12 está ainda com 33 anos, segue jogando em altíssimo nível e é isso que faz Favre acreditar que Rodgers ainda tem um bom tempo para vencer seu segundo Super Bowl.

“Obviamente, Aaron carregou o time por um bom tempo, isso não vai mudar. Isso por si só não é suficiente – pelo menos não tem sido, e foi muito bom. Bom como ele é, eu pensaria que eles já teriam ganhado mais de um até agora. Mas eu não sei se ele pode fazer algo além do que fez até este ponto. Parece sempre faltar uma peça do quebra-cabeça”, declarou o ex-quarterback Brett Favre, ídolo dos Packers. “Você não sabe o que é isso até você obter, como um Reggie White. Você fica: ‘oh, isso é o que precisávamos’. Ainda precisa ser visto o que é, seja uma escolha, um agente livre, deixar alguém ir, uma mudança de treinador – eu não sei”, prosseguiu.

Brett Favre falou nesta quarta-feira (9), antes de receber um prêmio, e rasgou elogios a atual signal caller dos Packers, que o substituiu em 2008. O Hall of Famer também disse acreditar que este pode ser o ano de Rodgers.

“Eu acho que todas as peças, do que posso dizer olhando de fora, parecem estar no lugar. Eles vão marcar muitos pontos. Defensivamente, Dom Capers (coordenador defensivo) – acho que ele é excelente em formar uma defesa oportunista. Pode ceder um pouco, mas bem esperta. Será interessante de ser ver. Uma previsão ousada para mim seria os Rams vencendo o Super Bowl. Não é tão ousada falar dos Packers. Essa não é uma escolha popular; isso é ser realista”, continuou.

E, mesmo para o caso de Rodgers não conseguir seu segundo título na temporada 2017, Favre acredita que o camisa 12 terá muito mais chances.

Na semana passada, durante o aniversário de 40 anos do quarterback Tom Brady, do New England Patriots, Rodgers afirmou que não apenas gostaria de estar jogando aos 40, como também gostaria de ainda estar vestindo a camisa de Green Bay.

E Favre vai além.

“Por que parar aos 40?”, declarou Favre. “Ele se move ao redor tão bem quanto qualquer um no esporte agora. Isso é grande. Quanto menos você for atingido – Tom Brady é um jogador diferente, mas eles o protegem bem o suficiente. Ele não vai fazer muito scramble, mas eu não vejo nenhum declínio em Tom além do envelhecimento, ele não parece assim”, frisou.

“E eu acho que Aaron – com quanto está Aaron, 33? Acho que, exceto em caso de alguma lesão – e ele sabe como se proteger – seis ou sete anos a partir de agora é um longo período para se pensar lá adiante, mas não há razão para não achar que ele não poderia jogar e jogar em alto nível até – não vou dizer 43, 44, isso cabe à pessoa – e eu não vejo qualquer declínio no jogo dele, a menos que ele não queira mais jogar”, finalizou Brett Favre, que se aposentou aos 41 anos de idade e ganhou apenas um Super Bowl (XXXI) na carreira.

Comments
To Top