NFL

Após Deflategate, NFL muda política de fiscalização das bolas

(Crédito: Facebook/reprodução)

(Crédito: Facebook/reprodução)

Depois do caso Deflategate, os oficiais da NFL irão manter um controle mais rígido sobre a bola na temporada que está chegando. A partir de agora, as leituras de pressão antes do jogo serão documentadas e os juízes irão conferir a pressão de bolas aleatoriamente no meio e no final da partida.

O novo procedimento também contará com a supervisão das bolas por oficiais da liga, que vão inspecionar as bolas e entregar a um coordenador de bolas, que ficará com todas as bolas até dez minutos antes do apito inicial.

As bolas continuarão a ter pelo menos 12,5 libras por polegadas quadradas e não mais de 13,5. Caso uma bola fique fora destes padrões, a pressão será ajustada para 13 libras por polegadas quadradas.

O novo regulamento não afetará a preparação da bola durante a semana antes dos jogos, segundo o ESPN.com. Os quarterbacks poderão manusear e preparar as bolas antes de entrega-las aos oficiais na sexta-feira antes do jogo.

De acordo com os relatórios, os novos procedimentos foram criados por causa das acusações de alterações nas bolas feita pelo New England Patriots na final da AFC contra o Indianapolis Colts na última temporada.

As equipes ainda não receberam um aviso sobre a mudança na política.

As alegações de alterações nas bolas geraram punições para a franquia de New England e para o quarterback Tom Brady, que recebeu quatro jogos de suspensão. Brady, via Associação dos jogadores da NFL, entrou com um recurso e ainda aguarda o pronunciamento de Roger Goodell.

Comments
To Top