NFL

Buffalo Bills reestrutura contrato de Star Lotulelei; veja boletim

Star Lotulelei, defensive tackle do Buffalo Bills

O Buffalo Bills e o defensive tackle Star Lotulelei chegaram a um acordo de contrato reestruturado pelos últimos três anos do acordo. A informação foi apurada por Field Yates, da ‘ESPN’ norte-americana.

O defensor originalmente assinou um contrato de cinco anos, com valor de US$ 50 milhões, em 2018. E, agora, Lotulelei vai faturar um salário-base completamente garantido de US$ 4,5 milhões em 2020, com até US$ 1 milhão de bônus de elenco e treinamentos.

Em 2021, o defensive tackle vai receber um salário-base de US$ 6,15 milhões, com até US$ 600 mil em bônus. E, em 2022, Lotulelei vai faturar um salário de US$ 4,6 milhões, com até US$ 1,75 milhão em bônus.

A reestruturação do contrato do camisa 98 libera cerca de US$ 5,4 milhões para os Bills nos próximos três anos, enquanto a franquia passa por um processo de reformulação em sua linha defensiva.

A equipe utilizou uma escolha de primeira rodada do draft de 2019 para selecionar o defensive tackle Ed Oliver e uma escolha de terceira rodada em 2018 para pegar o também defensive tackle Harrison Phillips. Ambos devem liderar os snaps na posição de Lotulelei em 2020.

O impacto projetado de US$ 8,1 milhões de Lotulelei no salary cap é um pouco maior do que os US$ 7,8 milhões de ‘dinheiro morto’ com o qual os Bills teriam que arcar se o DT fosse dispensado antes da temporada 2020. Ao mesmo tempo, isso libera US$ 3 milhões no teto salarial do time e dá ainda mais espaço para a equipe trabalhar nesta offseason importante.

Com US$ 83 milhões projetados de espaço no salary cap, os Bills podem focar em extensões de contrato de jogadores importantes como o left tackle Dion Hawkins, o linebacker Matt Milano e o cornerback Tre’Davious White.

Além disso, a franquia tem a chance de manter alguns atletas que estão prestes a se tornarem free agents. O general manager Brandon Beane já expressou interesse em trazer de volta o defensive end Shaq Lawson. O offensive guard Quinton Spain também afirmou que gostaria de acertar um novo contrato com Buffalo antes de a free agency começar, em março.

Selecionado na primeira rodada do draft de 2013 pelo Carolina Panthers, Star Lotulelei somou 11,5 sacks e 28 tackles para perda de jardas em cinco temporadas na franquia da Carolina do Norte. Em duas temporadas nos Bills, o DT soma dois sacks e quatro tackles para perda de jardas.

Confira mais movimentações importantes na NFL nesta terça (11):

– O ex-cornerback Davon House, atualmente com 30 anos de idade, anunciou sua aposentadoria e fez questão de se aposentar com a camisa do Green Bay Packers, como anunciou a franquia de Wisconsin.

Ele atuou em oito temporadas na National Football League, sendo seis nos Packers ao longo de duas passagens e outras duas com o Jacksonville Jaguars.

Em 87 jogos em sua carreira profissional, House foi titular em 46 e somou 221 tackles, 54 passes defendidos e sete interceptações.

A última temporada de House foi em 2018, quando ele disputou três jogos com a camisa dos Packers.

– O Jacksonville Jaguars contratou Ben McAdoo, ex-head coach do New York Giants, para ser o novo treinador de quarterbacks da franquia. A informação foi confirmada por Jordan Raanan e Dan Graziano, da ‘ESPN’ norte-americana.

McAdoo, que foi demitido do cargo de técnico principal dos Giants no final da temporada 2017, ficou longe do futebol americano nas últimas duas temporadas. Ele se junta ao recém-contratado Jay Gruden, novo coordenador ofensivo, no staff liderado por Doug Marrone.

Atualmente com 42 anos, McAdoo também foi entrevistado pelos Jags para o cargo de coordenador ofensivo, posição que ficou vaga após a saída de John DeFilippo.

– No Kansas City Chiefs, o wide receiver Gehrig Dieter acertou um novo contrato com a equipe, segundo o boletim oficial de transações da NFL, publicado nesta terça.

Originário da Universidade de Alabama, Dieter vestiu a camisa dos Chiefs nas últimas duas temporadas. Ele atuou em dois jogos nesta última temporada defendendo os atuais campeões do Super Bowl.

– O New England Patriots fechou com o defensive back Lenzy Pipkins, de acordo com o boletim oficial de transações da NFL, publicado nesta terça.

O cornerback, que é originário da Universidade de Oklahoma State, esteve nos Browns na offseason de 2019, mas foi dispensado em agosto e passou o ano longe do futebol americano. Anteriormente, ele vestiu as camisas de Detroit Lions, Indianapolis Colts e Green Bay Packers.

– O San Francisco 49ers fechou com o defensive end Alex Barrett e o offensive tackle Jaryd Jones-Smith. Barrett estava no elenco de treinamento (practice squad) dos Niners nesta última temporada.

Comments
To Top