NFL

Benjamin Watson deixa aposentadoria para fechar com Patriots; veja mais transações

Benjamin Watson, tight end da NFL

(Crédito: Twitter/reprodução)

O veterano tight end Benjamin Watson está deixando sua aposentadoria de lado para voltar ao time onde iniciou sua trajetória na National Football League. O New England Patriots está fechando um contrato de um ano, com valor de US$ 3 milhões, com o atleta de 38 anos de idade.

A informação da contratação é dos jornalistas Adam Schefter, da ‘ESPN’ norte-americana, e Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

Watson foi selecionado pelos Pats na primeira rodada do draft de 2004, com a 32ª escolha geral, e lá permaneceu até 2009. Posteriormente, ele teve passagens pelo Cleveland Browns (2010 a 2012), pelo New Orleans Saints (2013 a 2015 e 2018) e Baltimore Ravens (2016 e 2017).

O tight end veterano visitou os Patriots nesta quinta e fará parte de um grupo que tentará compensar a monstruosa aposentadoria do ídolo Rob Gronkowski.

Watson imediatamente se torna o TE mais experiente da franquia de Foxborough, seguido por Austin Seferian-Jenkins, Matt LaCosse, Stephen Anderson, Ryan Izzo e Andrew Beck.

Ele havia indicado seu possível retorno pelo Instagram, notando que o nascimento de seus gêmeos no dia 24 de abril deste ano se deu no mesmo dia em que ele foi draftado pelos Patriots.

Watson havia anunciado sua aposentadoria em dezembro do ano passado.

Em sua carreira até agora, Watson disputou 195 jogos de temporada regular (135 como titular) e soma 530 recepções para 5.885 jardas e 44 touchdowns.

Confira mais movimentações na NFL nesta quinta (9):

– O Seattle Seahawks anunciou nesta quinta que está finalizando os contratos do wide receiver Doug Baldwin e do defensive back Kam Chancellor, sob designação de teste físico falho.

“Os Seahawks tomaram a difícil decisão de encerrar/teste físico falho com Doug Baldwin e Kam Chancellor. Estes são dois dos jogadores mais emblemáticos da história da franquia e ambos foram fundamentais para estabelecer nossa cultura de campeão, sendo grandes exemplos de competitividade e liderança no campo e na comunidade. Esses jogadores lendários sempre farão parte da nossa família Seahawks”, disse o general manager John Schneider, em nota oficial.

Também nesta quinta, além de ter oficializado a contratação do defensive end Ezekiel Ansah, a franquia do estado de Washington anunciou as contratações do nickelback Jamar Taylor, do fullback Nick Bellore e do guard Marcus Martin.

Jogador rodado na liga, Taylor passou a temporada passada dividido entre Arizona Cardinals e Denver Broncos. Ele atuou em 14 jogos no total, sendo titular em três pela franquia de Glendale, e somou 18 tackles e um fumble forçado.

Selecionado pelo Miami Dolphins no draft de 2013, ele também passou pelo Cleveland Browns em 2016 e 2017, e lá ele foi titular em 29 dos 41 jogos no total em que foi titular na carreira.

– O Jacksonville Jaguars está dispensando o quarterback Cody Kessler e o running back Dave Williams, como apurou o jornalista Tom Pelissero, da ‘NFL Network’. Kessler foi titular em quatro jogos dos Jags em 2018, acertando 64,9% de seus passes para 709 jardas e dois touchdowns, com duas interceptações.

– O Miami Dolphins parece ter encontrado seu offensive tackle titular. O time fechou um contrato de um ano de duração com o right tackle Jordan Mills nesta quinta-feira.

Os detalhes financeiros não foram anunciados, mas fontes disseram ao jornalista Adam Schefter, da ‘ESPN’, que o acordo tem valor de US$ 3 milhões.

A contratação preenche um grande buraco em Miami, já que a equipe precisava de um right tackle titular desde que Ja’Wuan James fechou com o Denver Broncos durante a free agency.

Atualmente com 28 anos de idade, Mills foi titular na posição de right tackle nas últimas três temporadas com a camisa do Buffalo Bills e ele foi titular em 82 dos 87 jogos que disputou ao longo de sua carreira de seis anos na NFL.

– O New York Giants dispensou o running back Robert Martin, que ainda não entrou em campo em um jogo na liga.

– A passagem de Jalin Marshall pelo Oakland Raiders foi extremamente curta e o time cortou o wide receiver dois dias depois de contratá-lo.

Comments
To Top