NFL

Bengals buscam virada, mas fantasma do wild-card reaparece e Steelers avançam

(Crédito: Twitter/reprodução)

(Crédito: Twitter/reprodução)

Terceiro quarto de jogo, vantagem de 15 a 0 para o Pittsburgh Steelers. Uma folga bastante confortável, ainda mais contra um Cincinnati Bengals que pouco conseguia agredir. Porém, não existe porto seguro nos playoffs da National Football League. Já no final da penúltima etapa, os Steelers perdem Ben Roethlisberger, que sofreu lesão no ombro direito, e o jogo muda de cena. E, com 16 pontos no último quarto, Cincinnati esboça uma virada improvável, mas o fantasma do wild-card é implacável com a torcida de Ohio. Com pouco mais de um minuto restante, Big Ben voltou a campo mesmo lesionado, liderou o ataque até o campo adversário, contanto com duas faltas absolutamente ridículas da defesa dos donos da casa, e Chris Boswell converteu o field goal de 35 jardas que deu a vitória por 18 a 16 e a classificação para a rodada de divisão.

Com o resultado, os Steelers seguem vivos nos playoffs e agora enfrentam o Denver Broncos, fora de casa, na semana que vem. Já os Bengals caem pelo quinto ano consecutivo na primeira rodada da pós-temporada e o técnico Marvin Lewis se torna o primeiro técnico na história da NFL com sete derrotas em sete jogos de playoffs.

Os quarterbacks tiveram atuações bem distintas em termos de produtividade (ver números dos QBs abaixo). Do lado do Pittsburgh Steelers, destaques para o wide receiver Antonio Brown, que saiu de campo com sete recepções para 119 jardas, para a dupla de running backs formada por Jordan Todman (65 jardas) e Fitzgerald Toussaint (58 jardas), que supriu bem a ausência de DeAngelo Williams, e para a defesa em geral, que forçou quatro turnovers e dificultou bastante a vida do rival.

Do lado dos Bengals, o wide receiver A.J. Green foi bem e recebeu para 71 jardas e um touchdown, e o running back Jeremy Hill somou 50 jardas e um touchdown. A defesa foi bem em grande parte do jogo, mas os erros fatais nos minutos finais ofuscaram os bons momentos.

O primeiro quarto teve tanta emoção quanto o Campeonato Amapaense e todas as campanhas ofensivas terminaram em punts. As defesas dominaram as ações no período e a chuva atrapalhou bastante as equipes em termos de produtividade no ataque.

A segunda etapa também teve os primeiros drives terminando em chutes de devolução, mas alguma emoção marcou presença com pouco menos de seis minutos restando para o intervalo, já que Markus Wheaton sofreu fumble após receber passe feito por Ben Roethlisberger e a bola foi recuperada por George Iloka na linha de 47 do campo de Cincinnati.

Em boa posição de campo, o ataque dos Bengals tinha tudo para sair de campo com pelo menos três pontos, mas AJ McCarron não demorou a cometer um erro crucial e lançou uma interceptação, que foi feita por Antwon Blake. O defensive back dos Steelers retornou até a linha de 41 do território adversário e deixou os visitantes em excelente situação.

Iniciando o drive já no campo do rival, Big Ben conseguiu levar o ataque até a linha de 21, mas daí não passou e o zero do placar saiu após chute preciso do kicker Chris Boswell. Nos segundos finais do segundo quarto, Boswell voltou a converter um field goal e o Pittsburgh Steelers foi para o vestiário vencendo por 6 a 0.

A bola começou com o Cincinnati Bengals no terceiro quarto, mas logo no primeiro drive, AJ McCarron sofreu fumble após sack, a bola foi recuperada por Cam Thomas, para os Steelers, e o ‘gordinho’ defensive end correu, sofreu também um fumble, mas William Gay manteve a bola com os visitantes e chegou até a marcar um touchdown no retorno, mas a jogada foi revisada e revertida, já que Thomas caiu no chão antes de derrubar a bola. O retorno de Gay não valeu, mas os Steelers mantiveram a posse de bola. No drive seguinte, o time da Pensilvânia anotou o field goal para deixar o placar em 9 a 0.

Depois de mais um drive sem pontos do Bengals na sequência, os Steelers fizeram um touchdown com pouco mais de cinco minutos restantes no terceiro quarto e o placar foi a 15 a 0, já que Pittsburgh arriscou a conversão de dois pontos e falhou, ficando apenas com seis pontos. A recepção para TD de Martavis Bryant, aliás, foi bem acrobática.

Nos minutos finais do terceiro período, os Bengals sofreram outro fumble, desta vez com Giovani Bernard, após recepção, e os Steelers voltaram a recuperar a bola rapidamente. Apesar disso, na campanha ofensiva seguinte, que terminou com punt, Ben Roethlisberger se machucou, após sofrer um sack de Vontaze Burfict. O signal-caller dos Steelers caiu em cima do ombro e saiu de campo segurando o braço.

A perda de Big Ben por parte do oponente pareceu ter dado uma injeção de ânimo instantânea nos Bengals e, logo no começo do último quarto, os donos da casa chegaram ao touchdown, em corrida de uma jarda feita por Jeremy Hill. A campanha ofensiva de Cincinnati foi facilitada por uma falta de interferência defensiva cometida por Will Allen, que colocou o rival na linha de quatro jardas.

Nos seis minutos finais de jogo, o Pittsburgh Steelers teve mais campanhas improdutivas com Landry Jones atrás do center, uma terminando em punt e outra com interceptação lançada pelo quarterback reserva, feita por Vontaze Burfict. Assim, aproveitando o marasmo do adversário, os Bengals anotaram um field goal para diminuir a diferença para 15 a 10 e, com 1min50s restantes, o TD da virada, que saiu em conexão de McCarron com A.J. Green. O placar foi para 16 a 15 para os donos da casa, após conversão de dois pontos errada.

Depois de recuperar a bola com interceptação logo após o TD da virada, os Bengals que erraram, com fumble cometido por Jeremy Hill e recuperado pelos Steelers.

Posicionados em sua própria linha de nove jardas, os visitantes resolveram arriscar tudo e Ben Roethlisberger, mesmo longe dos 100%, retornou ao gramado. O camisa 7, verdadeiro líder de ataque da equipe, comandou o time até a zona ofensiva. E então, já nos segundos finais, dois erros incríveis jogaram a esperança dos Bengals no ralo.

Com os Steelers posicionados na linha de 47 do território de Cincinnati, Roethlisberger acionou Antonio Brown no meio, mas a bola não foi recebida. Foi então que o linebacker Vontaze Burfict, em um momento de absoluta falta de inteligência (os: queríamos falar algo mais pesado, mas isso aqui é um site de família), deu um tackle sujo em Brown, com o capacete, e os árbitros marcaram uma falta pessoal que rendeu 15 jardas a mais ao ataque visitante.

Não bastasse o erro de Burfict, após a marcação da falta, o cornerback Adam Jones arranjou confusão e o resultado qual foi? Outra falta pessoal e mais 15 jardas para os Steelers. As 30 jardas obtidas em duas faltas da defesa do rival levaram Pittsburgh da linha de 47 para a linha de 17 dos Bengals. Foi então que Chris Boswell logo entrou em campo e converteu o chute de 35 jardas da virada.

Com poucos segundos no relógio, o Cincinnati Bengals ainda tentou a hail mary, mas o milagre não se concretizou. Vitória da coragem dos Steelers e da imbecilidade dos defensores dos Bengals.

– Quarterbacks:

AJ McCarron – 23/41, 212 jardas, um touchdown e uma interceptação

Ben Roethlisberger – 18/31, 229 jardas e um touchdown

Landry Jones – 2/5, 11 jardas e uma interceptação

– Resumo das pontuações:

3 a 0 – 2Q – a 2min32s do final – FG – Chris Boswell acerta field goal de 39 jardas e abre o placar para o Pittsburgh Steelers.

6 a 0 – 2Q – a 37s do final – FG – Chris Boswell converte chute de 30 jardas e amplia a vantagem dos Steelers.

9 a 0 – 3Q – a 10min13s do final – FG – Chris Boswell acerta field goal de 34 jardas e aumenta ainda mais a vantagem dos Steelers.

15 a 0 – 3Q – a 5min02s do final – TD – Ben Roethlisberger acerta passe de 10 jardas para Martavis Bryant e anota o primeiro touchdown do jogo. Conversão de dois pontos não sai.

15 a 7 – 4Q – a 13min57s do final – TD – Jeremy Hill corre uma jarda até a end zone e faz o primeiro touchdown dos Bengals. Extra point é bom.

15 a 10 – 4Q – a 5min17s do final – FG – Mike Nugent acerta field goal de 36 jardas e traz a desvantagem para uma posse de bola.

16 a 15 – 4Q – a 1min50s do final – TD – AJ McCarron acerta passe de 25 jardas para A.J. Green e o Cincinnati Bengals vira o jogo. Conversão de dois pontos não sai.

18 a 16 – 4Q – a 18s do final – FG – Chris Boswell acerta chute de 35 jardas e garante a vitória do Pittsburgh Steelers.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top