NFL

Ben Roethlisberger: “conquistei o direito” de criticar meus companheiros

Ben Roethlisberger, quarterback do Pittsburgh Steelers

(Crédito: Twitter/reprodução)

Ben Roethlisberger não tem problema em criticar seus companheiros de equipe quando é necessário. E ele não vai parar de fazer isso.

O quarterback do Pittsburgh Steelers mencionou seu papel como capitão do time e não recuou depois dos comentários específicos que fez em seu programa semanal de rádio na última terça (27), depois da derrota para o Denver Broncos no final de semana por 24 a 17.

“Estando aqui por tanto tempo, estando com muitos jogadores diferentes, você tem que saber como motivar os caras de diferentes maneiras. Isso é parte de ser um líder e capitão – simplesmente entender os jogadores. Às vezes, você apenas os chama de lado, algumas vezes você tem que ser honesto com eles. E então, eu acho que eu conquistei o direito de poder fazer isso, desde que estive aqui. E eu vou ser tão crítico comigo mesmo na frente dos caras também”, declarou Big Ben.

Eis alguns pontos abordados pelo camisa 7 dos Steelers durante sua participação na rádio ‘93.7 The Fan’, de Pittsburgh:

– O wide receiver Antonio Brown não conseguiu executar uma rota ‘flat’ no meio durante o lance em que Big Ben foi interceptação na linha de goal. O defensive tackle Shelby Harris interceptou o passe e o cornerback Chris Harris estava diretamente atrás do DT depois de cobrir a rota.

– O wide receiver JuJu Smith-Schuster deveria ter recebido a bola em todas as jogadas nas situações de linha de goal naquele ponto do jogo, na opinião de Roethlisberger. A interceptação ocorreu na terceira descida e Big Ben tentou um passe fade na primeira descida. Logo na sequência, na segunda descida, houve uma corrida de James Conner que foi contida.

– O wide receiver calouro James Washington não conseguiu agarrar uma bola longa no terceiro quarto que poderia ter dado pontos aos Steelers. O time chutou o punt algumas jogadas depois.

Essas declarações foram as primeiras críticas de Big Ben direcionadas aos seus companheiros nesta temporada.

No domingo, durante a derrota para os Broncos, ele acertou 41 passes de 56 para 462 jardas, um touchdown e duas interceptações.

Nas 11 semanas anteriores, ele assumiu a maior parte da culpa pelas derrotas ou jogadas ruins.

Questionado sobre como os jogadores encaram seus comentários, o signal caller falou: “vocês terão que perguntar a eles”.

“Eu espero que eles entendam que, como quarterback e capitão, eu tenho o direito e fazer essas coisas. Eu não sinto que abuso dessa situação. Eu não acho que há um problema, mas vocês terão que perguntar a eles”, completou.

Após o treinamento desta quarta, vários companheiros de Big Ben nos Steelers deixaram claro que não estão incomodados com a postura do QB. Washington pareceu motivado, dizendo que passaria por cima da adversidade de seu ano de calouro.

O center Maurkice Pouncey defendeu seu quarterback.

“Ele é um veterano de 15 anos. Ele é um (futuro) Hall of Famer. O que faz com que ele não possa dizer algo, mas os caras na TV podem? Estou confuso”, afirmou o offensive lineman.

Roethlisberger é o segundo na NFL nesta temporada com 3.664 jardas lançadas, mas também está empatado em segundo em número de interceptações, com 12.

Apesar do alto número de interceptações lançadas, Big Ben deixou claro que vai continuar lançando bolas. Seus 472 passes lançados lideram a NFL com folga de 25 passes.

Comments
To Top