NFL

Chicago Bears dispensa kicker Chris Blewitt; veja mais movimentações na NFL

Chris Blewitt, kicker da NFL

(Crédito: Twitter/reprodução)

A competição entre kickers no Chicago Bears teve mais um capítulo melancólico na última terça e isso custou um emprego a um jogador. A franquia de Illinois dispensou o kicker Chris Blewitt nesta quarta-feira (12), como anunciou a organização de maneira oficial.

O corte se deu depois que os três kickers que participaram do treino na última terça, no minicamp obrigatório dos Bears, perderam suas respectivas tentativas de field goal de 42 jardas na frente de todo o time e de, aproximadamente, 25 ex-membros dos Bears que comparecem às instalações da franquia para assistir à atividade.

“Hm, o que passou pela cabeça de vocês passou pela minha cabeça”, disse o técnico Matt Nagy, sobre os maus resultados dos chutes no treino dos Bears. “Sim, quero dizer, é tão real quanto parece. Eles foram 0-3 lá. Por hoje, não podemos ter isso. Vamos ver isso, mas 0-3 hoje, não é bom”, completou o head coach.

A dispensa de Blewitt deixa Eddy Pineiro e Elliott Fry como únicos kickers sob contrato com os Bears. E os Bears terão mais duas sessões de minicamp, contando esta quarta, antes da pausa de meio de ano até o início do training camp, no final de julho.

Os Bears devem se apresentar para o camp bem no final de julho e, certamente, a situação dos kickers será um dos assuntos mais comentados.

O Chicago Bears tem ativamente buscado um novo kicker desde que a equipe dispensou Cody Parkey, que perdeu oito chutes na temporada passada, incluindo o famigerado chute de 43 jardas no final da derrota por 16 a 15 para o Philadelphia Eagles, nos playoffs.

Confira mais movimentações ao redor da NFL nesta quarta (12):

– O Kansas City Chiefs fechou uma extensão de contrato de um ano com o offensive tackle Mitchell Schwartz nesta quarta, deixando o offensive lineman sob contrato até a temporada 2021 da NFL.

O anúncio foi feito por Mike McCartney, agente do jogador, via Twitter. E os Chiefs oficializaram a renovação pouco depois.

Apesar de os detalhes contratuais não terem sido divulgados imediatamente, a extensão tem valor de US$ 11,255 milhões, segundo o jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’. Isso torna Schwartz o segundo right tackle mais bem pago da liga.

Atualmente com 30 anos de idade, Schwartz é o melhor right tackle da NFL e um dos melhores bloqueadores da liga em termos gerais. O site especializado Pro Football Focus ranqueou Schwartz como seu quarto melhor tackle entre todos da liga em 2018.

Ele foi selecionado para o primeiro time All-Pro no ano passado, sendo essa a primeira honraria do time em sua carreira profissional. Mitchell Schwartz está nos Chiefs desde 2016, quando assinou um contrato de cinco anos, com valor de US$ 33 milhões, como free agent.

– O running back Sony Michel, do New England Patriots, passou por uma artroscopia no joelho, como noticiou o ‘The Athletic’ em primeira mão e foi confirmado por Ian Rapoport, da ‘NFL Network’. Então, o real motivo para sua ausência nos treinos voluntários de offseason e no minicamp obrigatório foi descoberto.

Segundo Rapoport, o procedimento cirúrgico é considerado algo menor e Michel deve estar pronto para o training camp, no final de julho.

– O Tennessee Titans usou uma escolha de primeira rodada do draft de 2019 para selecionar o defensive tackle Jeffery Simmons sabendo que ele pode não conseguir atuar nesta temporada, depois de romper o ligamento cruzado anterior do joelho em fevereiro. E, conversando com a imprensa pela primeira vez desde o draft, Simmons disse que não está acelerando o processo de recuperação para tentar jogar neste ano a qualquer custo.

“Eu não estou apressando nada. Se eu não jogar este ano, estou bem com isso, mas meu objetivo é ficar saudável no meu tempo e no tempo do time. Não há limite de tempo e quando eu posso voltar. Todos os dias eu venho para o trabalho, estou colocando minha mentalidade, sabe, ‘eu quero voltar hoje’. É assim que venho trabalhar todos os dias e tentar melhorar”, afirmou Simmons, segundo o ‘The Tennessean’.

Comments
To Top