NFL

‘Baleado’, Aaron Rodgers comanda virada épica dos Packers sobre os Bears

Aaron Rodgers, quarterback do Green Bay Packers

(Crédito: Twitter/reprodução)

A noite foi longa para as torcidas de ambos os times, mas teve um drama adicional para um dos lados. E, em um Sunday Night Football maluco na semana 1 da temporada 2018, o Green Bay Packers conseguiu uma virada milagrosa e derrotou o arquirrival Chicago Bears por 24 a 23.

Para resumir um pouco do que rolou, os Packers chegaram a perder Aaron Rodgers por algum tempo durante a estreia depois que ele sofreu uma lesão no joelho. Mas ele voltou mesmo com dores, pegou o placar em 20 a 0 para o adversário e comandou uma vitória milagrosa na metade final.

Sim, Rodgers fez seu time marcar 24 pontos mesmo com o incômodo no joelho e foi o responsável por um dos jogos mais memoráveis da história da National Football League. Sem exagero.

O duelo teve todos os contornos de dramaticidade para o torcedor dos Packers, uma primeira metade para se orgulhar e uma segunda metade para se esquecer para o torcedor dos Bears. E também teve uma estreia sensacional do lado de Chicago que será basicamente ofuscada pela virada.

Do lado dos Bears, Khalil Mack fez jus à troca que o time fechou com o Oakland Raiders e ao contrato monstruoso que lhe foi dado logo na sequência.

Em sua estreia, o pass rusher fez nada menos do que um sack, uma interceptação retornada para touchdown, um fumble forçado, um fumble recuperado e pressionou os quarterbacks dos Packers (Rodgers e Kizer) a todo o momento.

Infelizmente para o defensor, seu time sucumbiu nos dois quartos finais e fizeram sua estreia marcante ficar em segundo plano.

Tudo por causa de você… AARON! SUA LENDA DA PO*%@!

Rodgers renasceu das cinzas após uma primeira metade de jogo marcada pela lesão e por DeShone Kizer zoando tudo no ataque ao substituí-lo e fechou o jogo com 20 passes certos de 30 para 286 jardas e três touchdowns. Um passe rating maravilhoso de 130.7 que saiu do nada.

Outros destaques dos Packers ofensivamente foram os wide receivers Randall Cobb (nove recepções para 142 jardas), Davante Adams (cinco recepções para 88 jardas) e Geronimo Allison (cinco recepções para 69 jardas) que receberam os três passes para TD que saíram das mãos de Rodgers.

Do lado dos Bears, o quarterback Mitchell Trubisky teve uma partida de altos e baixos, acertando 23 passes de 35 para 171 jardas, sem TDs e nem interceptações. Trubisky, contudo, correu sete vezes para 32 jardas e anotou um TD terrestre.

O running back Jordan Howard também conseguiu causar problemas para a defesa dos Packers e correu 15 vezes para 82 jardas, sendo importante em algumas conversões.

Na semana 2 da temporada regular, o Green Bay Packers recebe o Minnesota Vikings, novamente no Lambeau Field. Já o Chicago Bears recebe o Seattle Seahawks, no Soldier Field.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Ontem foi loko! E uma grande parte disso foi graças a ele. Nosso cara do domingo é Aaron Rodgers que mostrou que mesmo com dor, veio pra ganhar.

Uma publicação compartilhada por Quinto Quarto (@quintoquartobr) em

O jogo – A primeira metade de jogo ficou marcada pelo domínio do Chicago Bears. Mesmo atuando na casa de seu arquirrival, a franquia de Illinois se mostrou à vontade desde o início e marcou o primeiro touchdown do jogo no quarto inicial.

O quarterback Mitchell Trubisky correu duas jardas até a end zone e, depois do extra point, o placar ficou em 7 a 0.

Os Bears ampliaram a vantagem para 10 a 0 no começo do segundo quarto, quando o kicker Cody Parkey acertou um field goal de 26 jardas de distância.

Não dava para ficar pior para os Packers, certo? Completamente errado.

Com pouco mais de nove minutos para o intervalo, o astro Aaron Rodgers, que já vinha sendo pressionado na noite, sofreu seu segundo sack e saiu de campo com uma lesão.

Com DeShone Kizer comandando o ataque dos Packers, as coisas ficaram ainda piores. E, a 39s do término do segundo quarto, o quarterback reserva foi pressionado, forçou o passe e foi interceptado por Khalil Mack. E o novo pass rusher dos Bears mostrou que estava em uma noite inspirada de estreia e retornou 27 jardas para anotar o segundo TD de Chicago. O placar foi para 17 a 0.

Antes da interceptação, Kizer cometeu um fumble logo em sua primeira campanha liderando o time (a bola foi recuperada por Mack!) e já deu indícios de que a noite seria longa.

As coisas melhoraram na segunda metade de jogo, já que Rodgers retornou ao jogo, mas os Bears já estavam com 20 a 0 no placar depois de mais um field goal de Parkey.

Mas havia tempo de sobra para uma reação.

Com 3min41s remanescentes no terceiro quarto, Mason Crosby acertou um field goal de 42 jardas e fez os primeiros três pontos dos Packers no jogo.

Foi então que Rodgers começou a fazer a diferença.

Logo no começo do último quarto, o astro de Green Bay conectou um passe maravilhoso com Geronimo Allison, de 39 jardas, e os Packers anotaram seu primeiro TD no SNF.

A defesa dos Packers forçou um punt dos Bears e, ao final de mais uma campanha ofensiva mega efetiva, Rodgers acertou um passe de 12 jardas para Davante Adams, que deu um baile na marcação e entrou na end zone. Os Packers reduziram a diferença para 20 a 17 e voltaram ao jogo com pouco mais de nove minutos restando.

Os Bears encaixaram uma campanha longa na sequência, de mais de seis minutos de duração, mas apenas conseguiram um field goal de 32 jardas com Parkey que deixou a diferença em 23 a 17.

A defesa de Chicago precisaria segurar Rodgers. E quase conseguiu, já que o astro dos Packers por pouco não foi interceptado por Kyle Fuller no primeiro passe do drive. A interceptação era certa, mas o cornerback dos Bears cometeu um erro imperdoável.

E, dois passes mais tarde, Rodgers conectou um passe de 75 jardas com Randall Cobb. O wideout só parou na end zone e concretizou a virada milagrosa.

Os Bears até tentaram reagir, o linebacker Clay Matthews, dos Packers, quase quebrou o galho do rival com uma falta de roughing the passer em cima de Trubisky, mas o jogo basicamente terminou com a defesa de Green Bay recuperando um fumble cometido pelo QB dos Bears.

Bastou os donos da casa gastarem os segundos finais no relógio e celebrarem a vitória memorável para abrir a temporada com o pé direito.

Comments
To Top