NFL

Baker Mayfield se diz pronto para aprender com Tyrod Taylor

Baker Mayfield, quarterback do Oklahoma Sooners

(Crédito: Twitter/reprodução)

Primeiro selecionado de maneira geral no draft de 2018 da NFL, Baker Mayfield parece ser o quarterback do futuro do Cleveland Browns (pelo menos é o que os torcedores da franquia de Ohio esperam). E ele está tranquilo em relação a ser o QB do futuro e não o QB do presente.

Ele garantiu que sim.

Após ser escolhido no topo na noite da última quinta-feira (26), o astro originário da Universidade de Oklahoma afirmou que está preparando para permanecer no banco de reservas e aprender com o veterano Tyrod Taylor, adquirido nesta offseason pelos Browns para comandar o ataque em 2018.

“Eu sei exatamente o que eles disseram e eu absolutamente respeito isso”, declarou Mayfield aos jornalistas na última quinta, segundo o ‘Cleveland Plain Dealer’, depois que o técnico Hue Jackson e o general manager John Dorsey afirmaram com todas as letras que Taylor abrirá a próxima temporada como titular. “Esse é um veterano que tem estado na liga. Ele é um cara do qual posso ser reserva e aprender com ele”, prosseguiu.

Mayfield foi para as manchetes durante o NFL Scouting Combine, em fevereiro, quando falou aos repórteres que não iria “aceitar um papel de reserva”, mas o ex-signal caller de Oklahoma mudou de tom após ser selecionado com a primeira escolha geral.

“Para mim, quando digo esse tipo de coisa, é porque sou competitivo”, observou. “Se eu aparecesse com a mentalidade de apenas estar feliz porque fui draftado e me conformasse com a vaga de reserva, eu não seria eu mesmo. Eu vou chegar com a mentalidade de competir, mas também com fome de aprender de um cara que já esteve na liga, que viu coisas que eu não vi. Eu já disse várias vezes que a melhor coisa que aconteceu comigo durante todo esse processo em Oklahoma foi ficar sentado por um ano depois que eu me transferi”, frisou.

Hue Jackson elogiou Mayfield como um jogador que “quer competir”.

“Nós estamos usando jovens quarterbacks aqui em Cleveland nos últimos dois anos e os colocamos em situações difíceis. É realmente importante que ele entenda: quando ele estiver pronto para jogar, ele estará pronto para jogar”, afirmou o head coach.

Comments
To Top