NFL

Atlanta Falcons sobrevive a turnovers, bate New Orleans Saints e embola NFC South

Crédito: Twitter/Reprodução

O duelo entre Atlanta Falcons e New Orleans Saints nesta noite de quinta-feira (7) pode ser resumido em duas palavras: baita clássico! Foi um jogo surpreendente em vários níveis, incluindo a vitória dos Falcons que conseguiram superar três interceptações para bater os rivais de NFC South por 20 a 17 em Atlanta. O resultado também ressuscita o vice-campeões da última temporada na briga pelos playoffs da Conferência Nacional.

Foi um jogo físico como já se esperava, de duas defesas que jogam em alta intensidade durante os 60 minutos e marcado por interceptações. Matt Ryan, quarterback de Atlanta, lançou três delas. Drew Brees, por New Orleans, acabou lançando uma interceptação no fim da partida, definindo o resultado.

O ritmo dos ataques demorou para aparecer, e as equipes terminaram o primeiro quarto empatados em 3 a 3. As leões, que também marcaram a partida, afeteram os Saints logo na primeira campanha: Alvin Kamara, running back calouro e sensação do ataque, saiu com uma concussão após ser atingido na cabeça em uma corrida. Ao todo, os Saints perderam 5 jogadores para lesões durante a partida, o que forçou principalmente os jogadores de defesa a jogarem muitos snaps—e o cansaço se manifestaria no fim de jogo.

No começo do segundo quarto, os Falcons anotaram um TD corrido após longa campanha de 90 jardas. Ryan abusou dos passes curtos e colocou o time na linha de 1 jarda para o gol. Devonta Freeman contou com um bom bloqueio no lado esquerdo da linha de scrimmage e entrou fácil na endzone para anotar o primeiro touchdown do jogo.

A resposta dos Saints veio rápida no melhor estilo Drew Brees: uma sequência de passes precisos esmagando a secundária dos Falcons. O wide receiver Tommylee Lewis—dono de um dos melhores nomes da NFL, diga-se—recebeu na borda da endzone e aplicou uma finta desconcertante no safety Keanu Neal antes de mergulhar para igualar a partida.

O jogo, depois desse lance entrou no modo loucura por um tempo. Os Falcons, com chance de tentar chutar um field goal antes do intervalo, acabaram cometendo o primeiro turnover da noite. Julio Jones acabou perdendo a disputa física com Marshon Lattimore, e o cornerback calouro interceptou o passe de Matt Ryan.

A chance de field goal, então, passou para os Saints, mas uma falta de formação ilegal na linha decretou o fim do primeiro tempo.

Mesmo com o intervalo, a loucura continuou. Matt Ryan, no primeiro passe do segundo tempo, foi novamente interceptado. Em boa posição de campo, os Saints rapidamente anotaram o TD com Michael Thomas.

Na campanha seguinte, os Falcons contaram com boas corridas de Freeman para chegar a redzone. Quando Ryan tentou conectar com Julio Jones na endzone, acabou interceptado novamente. O quarterback dos Falcons conseguiu três interceptações em quatro tentativas de passe—a única bola que não acabou nos braços de um jogador dos Saints foi um passe incompleto de Ryan.

Tudo parecia caminhar para mais uma vitória dos Saints, que lideram a NFC South. O ataque comandado por Drew Brees, porém, não conseguiu capitalizar nos erros de Atlanta. Os Falcons, por outro lado, tiraram proveito do cansaço da defesa dos Saints.

No início do quarto período, Matt Ryan conduziu mais uma longa campanha que terminou em touchdown. Desta vez, o MVP da útima temporada viu Mohamed Sanu livre na endzone para empatar a partida em 17 a 17.

Com a defesa fazendo atuação segura e evitando first-downs de New Orleans, os Falcons tomaram a liderança após field goal de 52 jardas de Matt Bryant.

Brees recebeu a bola de volta com pouco menos de 4 minutos no relógio, tempo mais do que suficiente para conduzir o ataque para a vitória. O quarterback, no entanto, ficou no quase. Em um arriscado para o meio da endzone, Deion Jones acabou interceptando a bola e determinando a vitória surpreendente dos Falcons.

O Atlanta Falcons (8-5) se coloca em boa posição na briga pelos playoffs, abrindo vantagem sobre Cowboys, Lions e Packers, todos com 6-6. A tabela dos últimos campeões da NFC inclui agora três duelos de divisão: Buccaneers, Saints e Falcons, em ordem. Com três vitórias nessas partidas, os Falcons podem até mesmo terminar a temporada regular com o título da NFC South.

Já Saints (9-4) tem uma tabela mais fácil pela frente, encarando Jets na próxima semana e fechando a temporada contra os Bucs.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popular

To Top