NFL

Atlanta Falcons deve demitir seus coordenadores após a temporada 2018

Dan Quinn, técnico do Atlanta Falcons

(Crédito: Twitter/reprodução)

O Atlanta Falcons entrou na temporada 2018 sonhando alto e mirando uma nova caminhada até o Super Bowl LIII, quando teria a chance de jogar em casa. Mas o ano foi totalmente decepcionante para a franquia da Geórgia.

Atualmente com campanha 5-9, o time já está fora da briga por uma vaga nos playoffs. E, em breve, deve iniciar o processo de mudanças.

O emprego do head coach Dan Quinn está a salvo, como declarou publicamente o proprietário Arthur Blank, mas o restante da comissão técnica deve passar por uma transformação significativa.

O jornalista Tom Pelissero, da ‘NFL Network’, noticiou nesta terça-feira (18) no programa Up To The Minute Live que Quinn provavelmente fará mudanças consideráveis em seu staff.

“Neste ponto (…) parece uma forte possibilidade de que haverá mudanças significativas na comissão técnica do coach Dan Quinn. Agora, o proprietário Arthur Blank já disse publicamente que não acha Quinn o problema. Meu entendimento é que Dan Quinn, que recebeu uma extensão de contrato até 2022 neste meio de ano, absolutamente vai voltar. Mas há uma possibilidade aqui de ele acabar se livrando de seus dois coordenadores – o coordenador ofensivo Steve Sarkisian e o coordenador defensivo Marquand Manuel. Não seria uma surpresa se eles reformulassem as coisas em ambos os lados da bola”, afirmou Pelissero.

Sarkisian tem sido criticado desde que assumiu o posto no lugar de Kyle Shanahan no ano passado, quando o antigo coordenador deixou os Falcons para assumir a vaga de head coach do San Francisco 49ers.

Os Falcons enfrentaram muitas dificuldades na red zone em 2017 e pareceram perdidos ofensivamente em diversas oportunidades na temporada passada. Neste ano, o ataque melhorou um pouco sob o comando de Sarkisian e segue no top 10 em jardas (nono) e pontos (décimo).

Ainda assim, com grandes nomes à disposição como o quarterback Matt Ryan, o wide receiver Julio Jones, o running back Tevin Coleman e o wide receiver calouro Calvin Ridley, selecionado na primeira rodada do draft de 2018, o time esperava bem mais.

O ataque dos Falcons enfrentou também dificuldades neste ano. Durante uma série de cinco derrotas consecutivas, o time não passou dos 21 pontos anotados em nenhuma oportunidade.

Pelissero mencionou o nome de um ex-coordenador ofensivo que pode ser candidato a substituir Sarkisian em Atlanta: Darrell Bevell, com quem Quinn trabalhou no Seattle Seahawks.

“Se de fato Sark estiver fora, um nome para ser lembrado é o antigo coordenador ofensivo dos Seahawks Darrell Bevell. Ele conhece bem Quinn de seus dias juntos em Seattle. Disseram-me que Bevell estava realmente nas instalações de Atlanta meses atrás, fazendo algum trabalho com a comissão técnica. Ele manteve contato próximo com Dan Quinn, sabe o tipo de ataque que eles querem ter. Não seria uma grande diferença em termos do jogo de corrida, embora certamente haveria algumas coisas diferentes que ele traria em termos de esquema, enquanto eles tentam ter de volta o MVP de alguns anos atrás – Matt Ryan – e todas aquelas armas de volta aos trilhos”, observou Pelissero.

Comments
To Top