NFL

Ataque monstruoso aparece, Falcons batem Seahawks e estão na final da NFC

Matt Ryan, quarterback do Atlanta Falcons

(Crédito: Instagram/reprodução)

Atlanta Falcons (11-5) 36 x 20 Seattle Seahawks (10-5-1)

– Fator de desequilíbrio: o ataque fulminante do Atlanta Falcons voltou a mostrar todo o seu poderio, somando 422 jardas na noite, e a defesa do Seattle Seahawks não foi sombra do que é. Assim, ficou fácil para os donos da casa.

– Destaque Quinto Quarto do jogo: Matt Ryan – o quarterback astro dos Falcons mostrou mais uma vez porque é um dos principais candidatos ao prêmio de MVP da temporada 2016 e saiu de campo com 26 passes certos de 37 lançados para 338 jardas e três touchdowns, com um passer rating excelente de 125.7.

– Análise geral dos Falcons: com um ataque de deixar sem fôlego até quem está sentado no sofá da sala, os Falcons deram um show ofensivo diante dos olhos de sua torcida no Georgia Dome, reduziram a defesa dos Seahawks a pó e seguem adiante nos playoffs.

– Análise geral dos Seahawks: com uma defesa que não conseguiu segurar o ataque incrível dos Falcons e um ataque que não empolgou, sobretudo no jogo aéreo, os representantes do estado de Washington não foram páreos para o forte adversário e ficam pelo caminho.

– Resumo da partida

O primeiro quarto passou voando, com uma posse de bola para cada time. Os ataques, que começaram dominando, queimaram o cronômetro e avançaram muito bem. O Seattle Seahawks, que começou o jogo fora de casa recebendo a bola, teve uma campanha de mais de 8min30s de duração e foi conquistando território facilmente, sobretudo com corridas de Thomas Rawls. E o drive terminou com touchdown que saiu em passe de sete jardas do quarterback Russell Wilson para o tight end Jimmy Graham. O placar foi a 7 a 0 depois do extra point e essa foi a única pontuação do período inicial.

O Atlanta Falcons também encaixou um drive longo na sequência e o quarto inicial terminou com os donos da casa com a posse de bola. E o touchdown de empate saiu nos primeiros segundos do segundo período, quando o quarterback Matt Ryan lançou passe rápido na esquerda para Julio Jones e a conexão de sete jardas também acabou na end zone (7 a 7).

Os Seahawks buscaram um field goal na sequência e o chute de 33 jardas foi convertido por Steven Hauschka. E, na campanha seguinte dos Falcons, a defesa visitante forçou o punt. O retorno de Devin Hester foi sensacional e posicionou os Seahawks na linha de sete do campo de ataque, mas uma falta de holding ofensivo contra Kevin Pierre-Louis, de Seattle, anulou o retorno incrível e ainda colocou o time na própria linha de sete.

A maré negativa para Seattle continuou na sequência. Em um erro grotesco, Wilson tropeçou no pé do guard Rees Odhiambo e foi tackleado dentro da end zone, o que causou um safety a favor dos donos da casa. Os dois pontos reduziram a diferença para 10 a 9.

Como manda a regra, os Seahawks ainda chutaram um punt depois do safety e devolveram a bola para o adversário. E a equipe anfitriã fez um field goal de 35 jardas com Matt Bryant logo depois. A pontuação deixou os Falcons em vantagem pela primeira vez na partida: 12 a 10.

A defesa dos Falcons apareceu bem na sequência e forçou o punt. E, antes do intervalo, Atlanta buscou mais um touchdown, em passe de 14 jardas de Ryan para Tevin Coleman, e a vantagem foi para 19 a 10 depois do ponto extra. O placar permaneceu assim até a ida dos times aos vestiários.

O Atlanta Falcons aproveitou bem sua primeira posse de bola no terceiro quarto e, ao final de um drive de quase seis minutos de duração, os donos da casa chegaram a mais um TD, em corrida de uma jarda de Devonta Freeman (26 a 10).

Os Seahawks chegaram a chutar o punt pouco depois, mas uma falta dos Falcons, de formação ilegal durante o chute, deu uma primeira descida automática para os visitantes. Seattle avançou mais em campo na sequência, mas só conseguiram um field goal, depois de Wilson errar um passe que poderia ser touchdown. Hauschka acertou o chute de 26 jardas e reduziu a diferença para 13 pontos (26 a 13).

No início do último quarto, os Falcons também fizeram um field goal, de 31 jardas de Matt Bryant, e voltaram a deixar a diferença em 16 pontos (29 a 13).

Russell Wilson buscou um passe longo para Alex Collins, mas Ricardo Allen fez uma bela interceptação para os Falcons e colocou a bola na linha de 46 do campo de ataque, facilitando muito a vida do ataque.

Com 3min40s restantes, Matt Ryan conectou passe de três jardas com Mohamed Sanu, anotou mais um touchdown e os Falcons ‘mataram’ o jogo de vez, deixando o marcador com 36 a 13 depois do PAT.

Os Seahawks conseguiram um bom retorno de 78 jardas com Devin Hester no kickoff e descontaram segundos depois, com um touchdown que saiu em conexão de 31 jardas de Wilson com Doug Baldwin. O placar foi a 36 a 20 após o ponto extra.

O time visitante ainda tentou uma reação improvável, mas Wilson sofreu mais uma interceptação a 2min15s do final, esta feita por Deion Jones, e as (poucas) esperanças foram por água abaixo. Os Falcons queimaram o restante do cronômetro e avançaram para a final da Conferência Nacional (NFC). Falta um passo apenas para o Super Bowl LI…

– Estatísticas dos principais jogadores:

Atlanta Falcons

Matt Ryan – 26 passes certos de 37 para 338 jardas e três touchdowns.

Julio Jones – seis recepções para 67 jardas e um touchdown.

Devonta Freeman – 14 corridas para 45 jardas e um touchdown, além de quatro recepções para 80 jardas.

Seattle Seahawks

Russell Wilson – 17 passes certos de 30 para 225 jardas, dois touchdowns e duas interceptações, além de seis corridas para 49 jardas.

Doug Baldwin – cinco recepções para 80 jardas e um touchdown.

Devin Hester –  cinco retornos de kickoff para 194 jardas.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top