NFL

Arthur Moats anuncia aposentadoria da NFL; veja mais transações na liga

Arthur Moats, ex-linebacker da NFL

(Crédito: Twitter/reprodução)

O ex-defensive end Arthur Moats, atualmente com 31 anos de idade, anunciou sua aposentadoria da National Football League nesta segunda-feira (10), via Twitter.

Moats atuou na liga por nove temporadas, sendo quatro com o Buffalo Bills, quatro com o Pittsburgh Steelers e uma com a camisa do Arizona Cardinals.

Em oito anos somados entre Bills e Steelers, Moats somou 16,5 sacks, 228 tackles combinados, quatro fumbles forçados e seis passes desviados. Mas, em 2018, nos Cardinals, ele não atuou em um snap defensivo sequer depois de sofrer uma entorse no ligamento colateral medial do joelho e ser dispensado em outubro.

O momento mais memorável da carreira de Moats foi em 2010, na sua temporada de calouro, quando ele deu uma pancada forte em cima do quarterback Brett Favre e encerrou a sequência do signal caller de 297 jogos como titular.

“Eu tenho que dar muitos agradecimentos ao Buffalo Bills e ao Pittsburgh Steelers por me darem esta oportunidade de jogar 9 temporadas na NFL. Por último, mas certamente não menos importante, eu tenho que agradecer à #BillsMafia e #SteelersNation por todo o apoio!”, escreveu o agora ex-jogador, em sua postagem no Twitter.

Confira mais movimentações na NFL nesta segunda (10):

– Em uma notícia que saiu no final da noite desta segunda, o tight end Kyle Rudolph e o Minnesota Vikings chegaram a um acordo de novo contrato, conforme apurou o jornalista Tom Pelissero, da ‘NFL Network’. O acordo é de quatro anos, com valor de US$ 36 milhões, o que garante o jogador na organização até a temporada 2023 da NFL, quando ele terá 34 anos.

Em seu Twitter, o TE de 29 anos de idade publicou um comunicado e, em um trecho, disse: “estou honrado além das palavras para dizer que minha casa, nossa casa sempre será em Minnesota”.

Semanas atrás, Rudolph confirmou que o time havia oferecido uma extensão de contrato de cinco anos de duração e que ambas as partes estavam trabalhando para resolver a situação. E, agora, a renovação mantém o camisa 82 em Minnesota para que ele seja o mentor do jovem tight end Irv Smith, selecionado pelos Vikings na segunda rodada do draft de 2019.

– O cornerback Kayvon Webster está assinando com o New Orleans Saints, como noticiou o jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, nesta segunda. E, agora, ele terá uma chance de chegar a um novo patamar na carreira na Louisiana.

Na semana passada, os Saints testaram vários jogadores de secundária defensiva e acabaram optando por Webster. Ele terá a chance de conquistar um espaço no elenco como jogador de special teams que também pode ajudar a compor o grupo de defensive backs da equipe de Sean Payton.

Webster também gerou interesse no Chicago Bears e no San Francisco 49ers antes de selar sua ida aos Saints.

Agora, o cornerback precisa de manter longe das lesões, que o atrapalharam bastante na NFL até agora. Ele rompeu o tendão de Aquiles em 2017, como membro do Los Angeles Rams, onde teria sua primeira chance como titular de forma regular após quatro temporadas no Denver Broncos. No ano passado, ele chegou ao Houston Texans, mas jogou apenas 10 snaps totais em dois jogos devido às lesões no quadríceps, que acabaram levando o DB à injured reserve em dezembro.

– O Detroit Lions contratou o offensive lineman Luke Bowanko e o quarterback David Fales. Em decisões correspondentes, a franquia de Michigan dispensou o quarterback Connor Cook e o safety David Jones.

– O Cincinnati Bengals fechou com o offensive lineman John Jerry, que ficou fora da temporada 2018. Selecionado na terceira rodada do draft de 2010, ele teve passagens anteriores por Miami Dolphins (2010 a 2013) e, mais recentemente, New York Giants (2014 a 2017). Os Bengals também dispensaram o guard Rod Taylor, que passou toda a temporada 2018 na injured reserve depois de sofrer uma lesão no joelho no começo do training camp.

– O Indianapolis Colts fechou um contrato de um ano com o defensive tackle Caraun Reid, como anunciou Mike McCartney, agente do jogador, via Twitter. Reid foi selecionado na quinta rodada do draft de 2014 e passou por vários times, incluindo o Dallas Cowboys em 2018, onde somou 10 tackles e 0,5 sack. A franquia de Indiana também colocou o defensive end Jegs Jegede na injured reserve.

Em outra notícia dos Colts, o tackle Antonio Garcia foi suspenso pelos quatro primeiros jogos da temporada 2019 por violar a política da NFL de substâncias para melhoria de desempenho. Garcia foi selecionado pelo New England Patriots na terceira rodada do draft de 2017, mas ainda não atuou em uma partida de temporada regular.

– O Green Bay Packers oficialmente fechou contrato com o último membro de sua classe do draft de 2019. O tight end Jace Sternberger, de Texas A&M, colocou a caneta no papel, depois de ser selecionado na terceira rodada em abril.

Comments
To Top