NFL

Arizona Cardinals suspende o general manager Steve Keim por cinco semanas

Steve Keim, general manager do Arizona Cardinals

(Crédito: Twitter/reprodução)

O Arizona Cardinals suspendeu o general manager Steve Keim por cinco semanas e multou o executivo em US$ 200 mil depois que ele se declarou culpado por dirigir embriagado (extreme DUI) nesta terça-feira (17). A suspensão foi confirmada pela franquia de maneira oficial.

A NFL não vai impor punição adicional ao GM, como apurou o jornalista Adam Schefter, da ‘ESPN’ norte-americana.

Os resultados dos testes mostraram que a quantidade de álcool presente no sangue de Keim era mais de duas vezes acima do limite legal, segundo documentos da corte e da polícia.

O teste sanguíneo foi realizado no dia 4 de julho, quando o general manager dos Cardinals foi preso sob suspeita de dirigir sob influência de substâncias (DUI, em inglês) em Chandler, no Arizona.

O exame mostrou que a taxa de álcool no sangue de Keim era de .193, deixando-o pouco abaixo de ser acusado por DUI super extrema. Uma DUI extrema no Arizona vai de .15 a .19. O limite legal de álcool no sangue é de .08.

Depois de ser detido, Keim disse aos policiais que ele havia tomado duas cervejas e juntamente com pizza. Posteriormente, ele disse à polícia que tinha comido nachos, mas não mencionou a pizza, segundo o relatório policial.

O site do Arizona Cardinals anunciou que, como parte da suspensão de Keim, o general manager será “barrado” das instalações do time e “proibido” de ter contato com a equipe.

Os Cardinals também anunciaram que Keim só poderá se juntar novamente ao time depois de concluir o aconselhamento, uma avaliação e um curso de educação relacionado à direção sob influência de substâncias.

“Como foi dito na época do incidente, esse comportamento é indefensável e completamente inaceitável. Embora Steve tenha assumido completamente a responsabilidade por suas ações, isso não diminui sua gravidade nem a gravidade das consequências que resultam delas”, falou o Arizona Cardinals, em nota. “Aqueles que trabalham na National Football League – particularmente aqueles em posições de liderança – têm uma responsabilidade maior e são mantidos em um padrão mais elevado do que simplesmente legal e sentimos que essas medidas refletem isso”, completou a organização.

Também em comunicado oficial, Keim observou que aceita a punição imposta pelos Cards.

“Mais uma vez, peço desculpas a todos que foram impactados negativamente por minhas ações e julgamento incrivelmente ruim, em particular os Cardinals, nossos torcedores e minha família. Eu totalmente mereço e aceito a punição que foi dada. Meu objetivo é fazer tudo o que eu puder para crescer com isso pessoalmente e ajudar outros a aprender com meu comportamento imperdoável”, afirmou.

Os Cardinals vão doar a multa paga por Steve Keim para a instituição Mothers Against Drunk Driving.

Steve Keim está entrando em sua 20ª temporada trabalhando nos Cardinals e ele ocupa o cargo de general manager desde 2013.

Em fevereiro, os Cardinals acertaram uma extensão de contrato com o executivo e Keim tem vínculo com a organização até a temporada 2022 da NFL.

O Arizona Cardinals se apresenta para o training camp no dia 27 de julho e o primeiro treino será realizado no dia seguinte.

Comments
To Top