NFL

Após sofrer com concussões, Jordan Cameron anuncia aposentadoria

Jordan Cameron, tight end

(Crédito: Twitter/reprodução)

Após seis temporadas na National Football League, o tight end Jordan Cameron anunciou sua aposentadoria do futebol americano nesta sexta-feira (10). Atualmente com 28 anos, o atleta sofreu várias concussões que acabaram atrapalhando sua carreira.

“Eu comecei a pensar muito nas concussões. Você não pode jogar futebol americano assim”, declarou Cameron à ‘ESPN’ norte-americana, justificando sua decisão de pendurar as chuteiras.

Cameron atuou por seis anos na NFL, os quatro primeiros vestindo a camisa do Cleveland Browns e os dois últimos defendendo o Miami Dolphins. Ironicamente, sua última concussão ocorreu durante uma vitória dos Dolphins sobre os Browns, em setembro do ano passado, quando ele tentou fazer um tackle depois de uma interceptação.

“Se eu não tivesse concussões, eu provavelmente continuaria atuando. É uma dessas coisas. Eu não posso colocar em risco a minha saúde mental no futuro. Eu não tenho quaisquer sintomas agora. Estou perfeitamente bem. Mas eles não podem me dizer com 100% de certeza que se eu continuar jogando e tiver mais concussões, que eu vou ficar bem”, frisou. “Eu não vou arriscar isso. Não há nada mais importante do que sua saúde. Simplesmente não vale a pena para mim”, prosseguiu.

Jordan Cameron afirmou que um neurologista o liberou para continuar a jogar, mas ele sabe os riscos e avaliou que não compensava mais.

“Eu quero arriscar mesmo a menor chance de ter um transtorno mental ou depressão, todas essas coisas, por um esporte que já me deu o que eu queria? A resposta é não”, declarou, de forma veemente.

Jordan Cameron mencionou seu filho Tristan, que está prestes a completar oito anos de idade, como um dos motivos para ter optado por pendurar as chuteiras.

“Eu quero estar lá por ele. E eu quero mais filhos, quero estar presente com eles. Não quero que eles lidem com coisas com as quais já vimos outros caras sofrendo”, analisou.

Jordan Cameron foi jogador de basquete em USC e foi selecionado na quarta rodada do draft de 2011 pelos Browns. Sua melhor temporada na NFL foi em 2013, quando ele fez 80 recepções para 917 jardas e sete TDs, sendo assim selecionado para o Pro Bowl naquele ano.

Porém, desde que assinou com os Dolphins, em 2015, ele teve 43 recepções para 446 jardas e quatro touchdowns nos últimos dois anos. Ele atuou em apenas três partidas na temporada 2016.

Jordan não tem planos imediatos para o futuro, mas pensa em ser treinador de high school ou então virar professor em escola.

E sobre a perspectiva de Tristan querer jogar futebol americano, o tight end é claro em seu pensamento.

“Vamos falar a verdade aqui. O futebol americano é o maior esporte que existe. Realmente acredito nisso. É o mais difícil. Você aprende mais sobre si mesmo no futebol americano. É um esporte duro. Você tem que se sentir confortável com o desconforto”, falou. “Com tudo isso dito, eu realmente não quero que ele jogue. Se ele estiver jogando do jeito certo e jogando pee wee e no high school, tudo bem. Mas eu sei o que acontece e as pancadas que você toma. Tudo além do nível do high school fica mais sério e não é tão mais divertido, eu diria, depois do high school”, finalizou.

Cameron Jordan encerra sua carreira profissional na National Football League com 173 recepções para 2.046 jardas e 14 touchdowns.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popular

NFL, NBA MMA e MLB. Notícias, relatos e colunas. E uma pitada de humor de tiozão. Contato: contact@quintoquartobr.com
Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright © 2015 The Mag Theme. Theme by MVP Themes, powered by Wordpress.

To Top