NFL

Após ser preso, Michael Floyd é dispensado pelos Cardinals

Michael Floyd, ex-wideout dos Cardinals

(Crédito: Twitter/reprodução)

O ano desastroso de 2016 de Michael Floyd causou a sua demissão.

O Arizona Cardinals anunciou que Floyd foi dispensado após o wide receiver ter sido preso sob a acusação de dirigir embriagado. O jogador de 27 anos já havia sido preso sob a mesma acusação em 2011.

Para aumentar o número de jogadores na posição, o wideout e kick returner Jeremy Ross foi contratado.

Com seu contrato de calouro expirando, Floyd se tornaria agente livre em março. Após sair da quase impossível missão de conquistar uma vaga nos playoffs após a derrota para o Miami Dolphins, os Cardinals resolveram fazer mudanças para as últimas três partidas do ano.

Já se projetava um contrato monstruoso para Floyd após ele encerrar a última temporada com cinco partidas de, pelo menos, 100 jardas recebidas nos últimos oito jogos. Contudo, ele foi um dos responsáveis pela queda de desempenho no jogo aéreo nessa temporada, desaparecendo de longos períodos das partidas e não conseguindo fazer algumas recepções.

Apesar do baixo número de recepções (33) e jardas (446), o wide receiver já derrubou mais passes em 13 jogos do que em qualquer outra temporada dele na NFL.

A escolha de primeira rodada do draft de 2012 certamente não é um jogador sem talento. Em seu melhor desempenho, Michael Floyd é uma grande arma para jogadas grandes, para terceiras decidas e jogadas na end zone.

Em cinco anos na NFL, o ex-jogador de Notre Dame tem 242 recepções para 3.739 jardas e 23 touchdowns. Seu melhor ano foi 2013, quando ele fez 65 recepções para 1.041 jardas e cinco touchdowns.

Comments
To Top