NFL

Acusado de estupro, Darren Sharper consegue acordo judicial

(Crédito: Wikimedia commons)

(Crédito: Wikimedia commons)

Após quarto anos de investigações, Darren Sharper, ex-safety do New Orleans Saints, conseguiu um acordo judicial que dará conclusão às acusações de estupro de nove mulheres em quatro estados diferentes dos Estados Unidos. No último dia 20,  a Associates Press divulgou pelo twitter, em Breaking News, a acusação do quarto estado, Nevada. Segundo o advogado de Sharper, o acordo foi fechado nesta sexta-feira, cinco anos após ter ganhado o Super Bowl XLIV.

Todos os incidentes aconteceram em 2011, após a aposentadoria do jogador e envolvem alegações muito parecidas, de que Darren dava drogas às mulheres e, quando estavam inconscientes ou não conscientes o suficientes para resistir ou consentir, tinha relações sexuais com elas.

A advogada de Sharper de Los Angeles, Blair Berk, disse que, na segunda-feira, o ex-jogador do New Orleans Saints irá entrar com acordos nas regiões de Los Angeles e de Phoenix que resolverão as acusações em New Orleans e Las Vegas. Brian Russo, seu advogado no Arizona, disse que fará uma videoconferência de Los Angeles, onde ele está sendo mantido, que o permitirá mudar as condições do acordo de Phoenix.

Quanto aos detalhes dos acordos fechados com Darren Sharper, os únicos a fornecerem maiores detalhes foram os procuradores de Nevada, estado de Las Vegas. Segundo Steve Wolfson, advogado do distrito de Clark County, o ex-safety é esperado terça-feira para confessar culpa de tentativa de assédio sexual, com a expectativa de pegar entre 38 meses (três anos e dois meses) e oito anos de prisão. Sharper já foi acusado de dois casos de estupro, sendo que pode pegar de 10 anos a perpétua para cada um.

Segundo Wolfson, em Nevada, estão satisfeitos com a vontade de Darren Sharper para arcar com suas responsabilidades. “Não tenho certeza de que ele servirá o tempo todo”, acrescentou o advogado, “mas com certeza será uma parte significativa da pena”. O anúncio foi feito depois de uma manhã recheada de reuniões a portas fechadas em Los Angeles, nas câmaras do Tribunal Superior Juiz Micheal E. Pastor.

Vale acrescentar que as acusações em Las Vegas também seguem o padrão das anteriores. Segundo os procuradores, Sharper esteve em várias casas noturnas com duas turistas e levou-as para seu quarto de hotel no Las Vegas Strip, onde as drogou e estuprou enquanto estavam inconscientes. Após o ocorrido, o ex-safety recebeu um mandado em Las Vegas ao qual não pôde responder, pois estava preso em Los Angeles desde o dia 27 de fevereiro de 2014, e esteve lá devido a uma audiência preliminar depois de negar ter drogado e estuprado duas mulheres na cidade em 2013.

Enquanto isso, em New Orleans, Sharper enfrenta queixas de ter abusado sexualmente de três mulheres em 2013. Já no Arizona, as acusações são de que ele drogou três mulheres e abusou sexualmente de suas, em novembro do mesmo ano, em Tempe, subúrbio de Phonix. Leon Cannizzaro, advogado do distrito de New Orleans, escreveu uma notificação dizendo esperar que o ex-astro da cidade seja mandado para lá em até 30 dias para ser declarado culpado das acusações estaduais e federais registradas. Cannizzaro ainda agradeceu às vítimas pela honestidade e colaboração com as investigações.

Durante sua carreira de 14 anos na NFL, ele jogou como safety para o Green Bay Packers, Minnesota Viking e New Orleans Saints, onde fez parte da trajetória que culminou na vitória do Super Bowl em 2010. Ele também jogou em um Super Bowl nos Packers, mas tem apenas o anel de New Orleans. Depois de suas aposentadoria, Sharper vinha trabalhando para a NFL Networks como analista, até ser demitido após todas as acusações de estupro.

Comments
NFL, NBA e MLB. Notícias, relatos e colunas. E uma pitada de humor de tiozão. Contato: [email protected]
Copyright © 2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18


Jogue com responsabilidade


Copyright © 2015 The Mag Theme. Theme by MVP Themes, powered by Wordpress.

To Top