NFL

Após mais uma derrota dos Falcons, Arthur Blank expressa apoio a Dan Quinn

Dan Quinn, técnico do Atlanta Falcons

(Crédito: Twitter/reprodução)

O Atlanta Falcons voltou a perder neste Dia de Ação de Graças, com uma derrota para o arquirrival New Orleans Saints, e chegou a uma campanha bem fraca de quatro vitórias e sete derrotas nesta temporada.

Foi a terceira derrota consecutiva da franquia da Geórgia e o time está cada vez mais distante de uma vaga nos playoffs.

Motivo para crise? Não (por enquanto).

Depois do revés por 31 a 17 nesta quinta, Arthur Blank, proprietário dos Falcons, deu seu voto de confiança ao técnico Dan Quinn e expressou total confiança no head coach, que levou o time ao Super Bowl LI há dois anos.

“Absolutamente. Nós amamos nosso técnico. Nosso técnico não é o problema”, afirmou Blank, em entrevista à ‘ESPN’ norte-americana.

Em julho deste ano, Quinn e o general manager Thomas Dimitroff receberam extensões de contrato de três anos, agora tendo vínculos com a organização até 2022.

Inconsistência tem sido a palavra certa para descrever o time nessa temporada.

O time começou o ano com 1-4 e, posteriormente, venceu três seguidas (contra Tampa Bay Buccaneers, New York Giants e Washington Redskins) para deixar a campanha em 4-4. Contudo, a sequência atual de três derrotas (Cleveland Browns, Dallas Cowboys e Saints) deixou a temporada basicamente perdida.

As lesões têm sido o principal problema da equipe neste ano, com seis titulares sendo colocados na injured reserve, incluindo o running back Devonta Freeman, o safety Keanu Neal e o linebacker Deion Jones, todos Pro Bowlers.

“É uma razão, mas não é uma desculpa”, falou Blank sobre a contusões. “Isso é o que o técnico diria a você. Isso é o que os jogadores diriam a você. Houve algumas lesões incapacitantes, mas outros caras apareceram e jogaram o melhor que puderam. Em alguns casos, isso é bom o suficiente. Em outros casos, não é bem assim”, prosseguiu.

O dono dos Falcons viu um motivo simples por trás de mais uma derrota para o rival de divisão NFC South.

“Eu acho que ficou bem óbvio hoje à noite, tivemos alguns turnovers, que são sempre brutais. Ter quatro deles, é quase impossível de vencer. E não conseguimos correr com a bola nesta noite. Não conseguimos parar a corrida. Essa é a história do jogo”, finalizou Arthur Blank.

Quinn deu a entender depois da partida que poderia haver mudanças na linha ofensiva depois do mau desempenho contra os Saints, que somou seis sacks no jogo.

Em relação a mudanças na comissão técnica, o head coach expressou confiança tanto no coordenador ofensivo Steve Sarkisian quanto no coordenador defensivo Marquand Manuel ao longo de toda a temporada.

Comments
To Top