NFL

Após ida do quarterback para o banco, crescem vendas de camisas de Eli Manning

Eli Manning, quarterback do New York Giants

(Crédito: Instagram/reprodução)

Eli Manning foi para o banco de reservas na semana passada, em uma decisão bastante controversa, mas ele já está de volta ao time titular do New York Giants. Mas houve ao menos um aspecto positivo do astro ter sido retirado de campo.

Ao final do último domingo (3), a camisa número 10 de Manning era a 14ª camisa mais vendida de toda a National Football League, subindo muito em relação à 30ª posição do dia anterior. Os dados de vendas foram divulgados pela Fanatics, maior varejista de camisas da NFL e administradora da loja online oficial da liga.

De fato, as vendas do domingo passado representaram o melhor dia em termos de comercialização da camisa de Eli Manning em, pelo menos, um mês, segundo um porta-voz da Fanatics.

Não é um fato inédito que fatores extracampo influenciem as vendas de camisas de um jogador. Quando Tom Brady, astro do New England Patriots, foi inicialmente suspenso por seu envolvimento no caso Deflategate, em maio de 2015, as vendas de produtos do QB subiram 100% na Fanatics ao longo dos dois dias seguintes ao anúncio da punição.

O New York Giants deixou Manning no banco no domingo passado, em derrota para o Oakland Raiders, para utilizar Geno Smith como quarterback titular. Essa decisão encerrou uma sequência história de 210 jogos de Eli como titular da franquia nova-iorquina, segunda maior série para um quarterback.

Os Giants perderam por 24 a 17 para os Raiders e, no dia seguinte, a franquia demitiu o técnico Ben McAdoo e o general manager Jerry Reese.

Como já era esperado, os Giants devolveram a vaga de titular a Eli Manning, em decisão que foi oficializada nesta quarta-feira (6).

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top