NFL

Após eliminação, Alex Smith prefere não falar sobre seu futuro nos Chiefs

Alex Smith, quarterback do Kansas City Chiefs

(Crédito: Twitter/reprodução)

Alex Smith teve mais uma atuação sólida, ao menos em estatísticas individuais, só que novamente ele não conseguiu levar o Kansas City Chiefs longe nos playoffs.

Na noite deste sábado (6), a franquia do Missouri tomou uma virada impressionante e perdeu para o Tennessee Titans por 22 a 21, sendo eliminada já na rodada de wild card da pós-temporada. Smith saiu de campo com 24 passes certos de 33 para 264 jardas e dois touchdowns.

Mesmo com os bons números, o signal caller viu seus companheiros sucumbirem e desperdiçarem uma vantagem que chegou a ser de 18 pontos. E, após a derrota dolorosa, o camisa 11 preferiu não especular sobre seu futuro na franquia.

“O jogo acabou de terminar”, falou Smith, referindo-se a possivelmente não continuar nos Chiefs para a temporada 2018. “Vamos entrar em tudo isso nas próximas semanas”, observou.

Fato é que os números não superar a desconfiança que muitos têm em relação a Smith.

Nem o desempenho do signal caller na temporada 2017, terminando com o maior passer rating de toda a NFL (104.7), segunda melhor marca de passes completados (67,5%) e a melhor proporção de passes para touchdowns e interceptações da liga (28-5), são suficientes para mantê-lo seguro no posto.

Atualmente com 33 anos de idade, Smith não vem mostrando queda de produtividade, muito pelo contrário, mas entra em 2018 sob o último ano de seu contrato com os Chiefs. No atual acordo, ele deve faturar US$ 20,6 milhões na próxima temporada, incluindo um bônus de elenco de US$ 2 milhões caso ele esteja no time o início do training camp.

Se for liberado antes do camp, que começa no meio do ano, ele pesaria apenas US$ 3,6 milhões no teto salarial.

Além dos fatores financeiros, não podemos nos esquecer da ‘sombra’ do jovem Patrick Mahomes, selecionado na primeira rodada do draft de 2017 e considerado o quarterback do futuro dos Chiefs. O plano de sucessão deve ser colocado em prática já neste ano.

“Ouça, ele fez algumas coisas boas”, declarou o técnico Andy Reid após a derrota do time, ao ser questionado sobre o futuro de Smith em Kansas City. “Ele realmente teve um bom ano, mas ele está se sentindo tão vazio quanto todos aqui. Esses caras estão machucados. Ninguém sabe melhor do que os jogadores e se sente pior do que esses caras. Eles colocaram tanto tempo e esforço nisso. Ele teve um bom ano neste ano”, completou o head coach.

Neste sábado, o jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, apurou que os Chiefs estão abertos à ideia de trocar Alex Smith durante a offseason. A franquia só vai liberá-lo se não encontrar um time disposto a acertar uma troca pelo QB, o que é bastante improvável em uma liga com equipes como Cleveland Browns.

Logo após a derrota desta noite, contudo, Smith preferiu ainda não pensar em um futuro longe dos Chiefs.

“Sim, quero dizer, vocês estão brincando? Eu assinei o contrato”, falou Smith, ao ser perguntado se queria permanecer nos Chiefs em 2018. “Estou sob contrato por mais um ano, então, como eu disse, não estou pensando em mais nada. Agora, obviamente decepcionado. Como disse, senti que tínhamos uma boa chance, e ela foi embora”, finalizou.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top