NFL

Após cirurgia, wide receiver Marquise Brown não vai participar do Combine

Marquise Brown, wide receiver da Universidade de Oklahoma

(Crédito: Twitter/reprodução)

O wide receiver Marquise Brown, prospecto da Universidade de Oklahoma, passou por cirurgia para uma lesão Lisfranc (pé) no mês passado e o procedimento vai impedir que ele participe do NFL Scouting Combine ou do pro day de sua universidade. Ainda assim, ele deve estar pronto para o training camp de seu futuro time, no meio do ano.

A informação foi apurada pelo jornalista Adam Schefter, da ‘ESPN’ norte-americana, nesta segunda-feira (18).

Brown é projetado para ser um dos primeiros 15 escolhidos no draft de 2019 da NFL, que será realizado no final de abril.

Todos os 32 times da NFL foram notificados sobre a lesão e a condição de Brown na última sexta, segundo uma fonte. Os times receberam a informação de que o Dr. Robert Anderson realizou a cirurgia no pé de Brown no dia 8 de janeiro para corrigir uma contusão que o jogador sofreu no dia 1º de dezembro durante a final da Big 12 antes de jogar com a lesão no Orange Bowl.

Agora, ele ficará afastado da série de treinamentos para ser visto pelos olheiros e executivos da NFL, em uma situação similar à que o wide receiver Corey Davis enfrentou em 2017, antes de ser selecionado com a quinta escolha geral do draft pelo Tennessee Titans.

Se Brown fosse participar do Combine, no final deste mês, alguns especialistas em draft projetavam que ele corresse o tiro de 40 jardas em um tempo entre 4,2s e 4,3s, o que serviria para basicamente sacramentar o seu status de um dos melhores wide receivers da classe de 2019. Ainda assim, ele deve ser um dos recebedores mais cobiçados pelos times da NFL.

Marquise Brown está se reabilitando e pode até mesmo estar pronto para o minicamp de calouros de seu futuro time, embora seja provável que o time que selecioná-lo prefira adotar a cautela e esperar que o wideout se recupere completamente.

Comments
To Top