NFL

Após cinco temporadas no Arizona Cardinals, Bruce Arians anuncia aposentadoria

Bruce Arians, técnico do Arizona Cardinals

(Crédito: Twitter/reprodução)

A carreira de Bruce Arians na National Football League chegou ao fim no primeiro dia de 2018. O técnico do Arizona Cardinals anunciou nesta segunda-feira (1) que está se aposentando do futebol americano, em uma coletiva de imprensa bastante emocionante.

“As lágrimas que vocês estão vendo são realmente lágrimas de alegria, paz. Eu vou sentir falta dos jogadores. Vou sentir falta de sair do vestiário, ouvindo o hino nacional, porque isso ainda mexe comigo”, declarou Arians, visivelmente emocionado. “Eu provavelmente não sabia até que o chute fosse dado (no domingo) que eu ia me aposentar. Sei que todo mundo especulou isso por meses (…) vocês agora têm a notícia. Como eu disse, foi uma jornada inacreditável”, completou.

O head coach passou a manhã de segunda se despedindo dos colegas antes de uma reunião de equipe previamente marcada, segundo o jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

Ainda segundo Rapoport, os Cardinals apresentaram um pedido de autorização para poderem entrevistar Pat Shurmur, atual coordenador ofensivo do Minnesota Vikings, para o cargo de técnico principal.

O Arizona Cardinals teve uma temporada decepcionante em 2017, com campanha de apenas 8-8, e ficou fora dos playoffs pela segunda temporada consecutiva.

Nos cinco anos de Arians no cargo, o time avançou à pós-temporada em duas oportunidades, chegando inclusive à final da Conferência Nacional (NFC) na temporada 2015. Bruce Arians encerra seu trabalho com um histórico de 49 vitórias, 30 derrotas e um empate.

Atualmente com 65 anos de idade, Arians iniciou sua carreira de treinador como assistente em Virginia Tech, em 1975, e aos poucos foi se tornando uma das mentes mais brilhantes no futebol americano profissional, conquistando respeito na NFL. Ele foi coordenador do Cleveland Browns (2001 a 2003), do Pittsburgh Steelers (2004 a 2011) e do Indianapolis Colt (2012).

Outro fator que pesou na conquista de grande reputação e respeito na liga foram seus trabalhos com quarterbacks como Peyton Manning e Andrew Luck, no Indianapolis Colts, e Ben Roethlisberger, no Pittsburgh Steelers

Ele demorou a ganhar uma oportunidade de ser head coach. Arians chamou a atenção neste sentido em 2012, quando substituiu Chuck Pagano como técnico, já que o head coach estava passando por um tratamento de leucemia, e liderou o time em nove vitórias e três derrotas. Naquele ano, mesmo como interino, Arians faturou o prêmio de Técnico do Ano da NFL.

Contratado pelos Cards no ano seguinte, Arians ainda faturou mais um prêmio de Técnico do Ano da NFL na temporada 2014.

Comandante muito inteligente e um exímio play-caller, Arians sofreu com problemas de saúde nos últimos anos e isso claramente pesou na sua decisão de se aposentar do futebol americano.

O head coach foi hospitalizado com agosto de 2016 com sintomas de diverticulite e passou por uma cirurgia em fevereiro deste ano para remover um tumor em seu rim.

Dúvidas relacionadas ao estado de saúde de Arians levaram a especulações nos últimos meses sobre o futuro do head coach na franquia. Porém, Arians disse publicamente que gostaria de seguir trabalhando nos Cardinals e, mais recentemente, ele se disse “um pouco cansado” de responder perguntas sobre seu futuro.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top