NFL

Após anunciar aposentadoria, Eric Wood seguirá no elenco dos Bills por um tempo

Eric Wood, center do Buffalo Bills

(Crédito: Twitter/reprodução)

Eric Wood chegou quase uma hora atrasado para sua coletiva de aposentadoria nesta segunda-feira (29), e depois de chegar à sala de imprensa ele fez uma declaração de cerca de um minuto observando que continua no elenco. O center do Buffalo Bills não respondeu a perguntas de jornalistas.

O general manager Brandon Beane disse que Wood chegou atrasado em parte devido a uma ligação telefônica com seu agente e o executivo confirmou que o jogador de linha ofensiva segue no elenco. O camisa 70 ainda precisa ser colocado na lista de aposentados ou ser dispensado.

“Nós não temos nenhum espaço no (salary) cap agora. Você leva isso (para a próxima temporada). Ele estará em nosso elenco por um tempo, até resolvermos as coisas”, ressaltou Beane. “Nós vamos resolver isso. Ele vai fazer as coisas de sua parte, e nós faremos isso com a ajuda do escritório da liga e do conselho de administração. Vamos descobrir isso a partir daí”, observou.

Na última sexta (26), Wood confirmou em comunicado que estava se aposentando devido a uma lesão no pescoço. Um teste físico realizado pelos médicos dos Bills revelou que o atleta não conseguirá mais ser liberado para continuar com sua carreira profissional na NFL, independentemente de cirurgia ou tratamento.

Na nota oficial, o center revelou que anunciaria sua aposentadoria oficialmente em uma coletiva na segunda. Alguns de seus ex-companheiros de equipe, entre eles o quarterback Ryan Fitzpatrick, atualmente no Tampa Bay Buccaneers, e o ex-offensive lineman Kraig Urbik, estiveram entre o grupo de pelo menos 100 pessoas que compareceram à coletiva.

“Na semana 5, senti a primeira pontada da minha vida”, disse Wood nesta segunda. “Eu tive um na semana seguinte. Após aquele jogo, fizemos um raio-x no meu pescoço que não mostrou nenhum dano significativo. Após a temporada, como parte do último teste físico, passei por uma ressonância magnética que revelou um disco que estava perigosamente perto da minha medula espinhal em C-2 e C-3. Isso foi alarmante”, prosseguiu.

“Embora eu não serei mais liberado para jogar futebol americano, ainda estou no elenco dos Bills e espero poder ajudar o time em alguma capacidade”, pontuou o center.

Beane confirmou que Eric Wood recebeu uma segunda opinião médica sobre a lesão no pescoço de um médico que não é do time e o especialista disse que “não acredita” que há chance de Wood ser liberado para jogar futebol americano novamente.

Wood segue sob contrato até a temporada 2019, depois que ele assinou uma extensão de contrato em agosto do ano passado.

O salário-base de US$ 4,8 milhões para 2018 é garantido em caso de lesão, e o center contaria cerca de US$ 10 milhões no salary cap da próxima temporada caso ele seja colocado na lista de aposentados ou dispensado. Ele ‘pesaria’ apenas US$ 8 milhões caso continuasse a jogar.

Comments
To Top