NFL

Andrew Luck está animado para trabalhar com Frank Reich e seu ataque agressivo

Andrew Luck, quarterback do Indianapolis Colts

(Crédito: Twitter/reprodução)

Andrew Luck segue em meio à sua longa reabilitação de cirurgia no ombro, mas o quarterback está ansioso para trabalhar com Frank Reich, novo técnico principal do Indianapolis Colts.

Luck, que perdeu toda a temporada 2017 da National Football League devido ao problema no ombro, se disse preparado para ser comandado por Reich, que era coordenador ofensivo do Philadelphia Eagles e venceu o Super Bowl LII com a equipe no início deste mês.

Após ser apresentado como novo head coach, Reich prometeu trazer um “ataque múltiplo, agressivo e up-tempo” à franquia de Indiana.

Luck não poderia ficar mais animado com tal declaração.

“Isso parece ótimo”, declarou Luck ao site oficial do Indianapolis Colts. “Eu sei que todos os melhores ataques dos quais participei na minha carreira não foram estáticos e atacávamos. E tenho certeza que terá um grande sabor e nós vamos envolver o máximo de pessoas que pudermos, e atacar as defesas é o que é preciso”, prosseguiu o camisa 12.

Reich viu a oportunidade de ser o novo técnico principal dos Colts cair em seu colo quando Josh McDaniels, coordenador ofensivo do New England Patriots, aceitou o emprego em Indianápolis e, mais tarde, desistiu.

Frank Reich é ex-quarterback da National Football League e, como treinador, ele já trabalhou com grandes QBs na liga, entre eles Peyton Manning, Philip Rivers e Carson Wentz. E tudo isso é capaz de deixar Luck entusiasmado.

“Voltando aos dias de jogador (de Reich), ele é incrivelmente bem-sucedido, e ele esteve próximo de alguns quarterbacks incríveis. E eu espero que possa aprender com ele e perguntar-lhe com Peyton, Carson ou Philip faziam isso, e encontrar a melhor maneira para mim”, observou Luck. “Você pode aprender algo com todo mundo e, certamente, nossa história forma tanto de como pensamos e o nosso processo de pensamento, e estou muito empolgado para ouvir o processo de pensamento dele e como ele fazia como jogador e como viu outros jogadores fazendo, e como ele fez isso como treinador. Eu acho que ele pode ter um impacto muito positivo em nosso time”, finalizou o signal caller de 28 anos de idade.

Antes de assumir como head coach dos Colts, Reich teve vários trabalhos na NFL, inclusive na franquia de Indiana. Ele iniciou sua carreira de treinador como assistente ofensivo dos Colts em 2008 e, posteriormente, ele ocupou as funções de treinador de quarterbacks (2009 e 2010) e treinador de wide receivers (2011) antes de ser mandado embora pelos Colts.

Reich ainda foi treinador de wide receivers no Arizona Cardinals (2012), treinador de quarterbacks no então San Diego Chargers (2013) e coordenador ofensivo dos Chargers (2014 e 2015), antes de assumir o posto de coordenador ofensivo dos Eagles em 2016.

Como jogador, Frank Reich passou 13 temporadas na NFL. O destaque foi a sua época como reserva de Jim Kelly no Buffao Bills por nove temporadas, em passagem que incluiu quatro idas ao Super Bowl.

Comments
To Top