NFL

AJ McCarron sobre vitória em queixa contra Bengals: “apenas negócios”

AJ McCarron, quarterback do Cincinnati Bengals

(Crédito: Twitter/reprodução)

O quarterback AJ McCarron ganhou uma queixa na Justiça contra o Cincinnati Bengals e será um free agent irrestrito em março. Apesar disso, o jogador deixou claro que não tem mágoas em relação à franquia de Ohio, muito pelo contrário.

“Apenas negócios. Eles tinham que fazer o que era melhor para eles e eu tinha que fazer o que era melhor para mim. Nunca foi nada pessoal. Eu amei a cidade, amei os torcedores, amei tudo em relação a isso. É um lugar incrível para jogar”, declarou McCarron, ao site oficial dos Bengals.

A queixa de McCarron foi centrada no fato de ele ter passado sua temporada de calouro, em 2014, na lista de lesionados. Um árbitro independente então deu a causa a favor do signal caller de 27 anos de idade e AJ terá a chance de ficar livre no mercado a partir do dia 14 de março.

“É simplesmente uma bênção. Eu seria abençoado de qualquer maneira porque você ainda está na liga, você ainda é capaz de jogar esse esporte para viver, mas é simplesmente incrível estar livre agora e, tomara, receber essa oportunidade e ser capaz de competir em algum lugar. É tudo o que eu sempre quis. Estou muito empolgado. Realmente entusiasmado por ter essa oportunidade agora e simplesmente mal posso esperar para mostrar o que posso fazer e mostrar aos times que posso liderar uma equipe e vencer jogos”, afirmou, em entrevista ao jornal ‘Cincinnati Enquirer’.

McCarron não é titular em uma partida desde que foi titular nos últimos três jogos da temporada regular de 2015, quando Andy Dalton estava lesionado. Nestas três partidas, ele completou 65,7% de seus passes para quatro touchdowns e não sofreu uma interceptação sequer.

Naquela temporada, o reserva dos Bengals também teve a oportunidade de ser titular no jogo do time nos playoffs. E, na derrota para o Pittsburgh Steelers por 18 a 16, McCarron acertou 23 passes de 41 para 212 jardas, um touchdown e uma interceptação.

Ainda há algumas dúvidas em relação à força no braço de McCarron e algumas dificuldades enfrentadas em Cincinnati. Mesmo assim, McCarron deve encontrar times interessados em seus serviços e dispostos a investirem dinheiro dado a alguém que chega para ser titular.

Um dos concorrentes mais fortes deve ser o Cleveland Browns, que é treinado por Hue Jackson, que foi coordenador ofensivo de McCarron nos Bengals. Vale lembrar que os Browns tentaram adquirir McCarron em troca com os Bengals na temporada passada, mas o negócio não saiu.

“Nós vamos estar abertos a tudo”, observou McCarron sobre a free agency. “Eu não sou (…) – as pessoas que me conhecem e realmente me conhecem, e minha família sabe – que não se trata de dinheiro para mim. Eu simplesmente amo jogar futebol americano. Ganhar dinheiro é ótimo, mas eu apenas quero jogar. Foi o que eu cresci fazendo. Como aqui no sul, você é criado para amar o futebol americano. Não se trata de dinheiro. Eu apenas quero jogar. Quem quer que seja que me dê uma oportunidade. Eu não vou buscar um contrato enorme e ser colocado em uma situação na qual eu talvez não fique cem por cento confortável porque é muito mais dinheiro ou o que quer que seja. Eu quero ir para algum lugar onde eu possa vencer, ajudar o time a vencer e onde teremos um futuro brilhante juntos. Estou super animado com este novo capítulo”, finalizou o quarterback.

Comments
To Top