NFL

AJ McCarron apresenta queixa contra o Cincinnati Bengals

(Crédito: Instagram/reprodução)

O quarterback AJ McCarron, que foi centro das atenções depois do imbróglio na troca entre o Cincinnati Bengals e o Cleveland Browns, apresentou uma queixa contra os Bengals e está aguardando uma decisão de um árbitro que vai determinar se ele será um agente livre irrestrito ou restrito após a temporada 2017 da NFL.

A informação foi apurada pelo jornalista Adam Schefter, da ‘ESPN’ norte-americana.

A decisão no caso, que deve ser tomada até o final do ano, pode determinar se os Browns poderão potencialmente assinar um contrato com McCarron sem compensação alguma para os Bengals ou então se o time de Cleveland precisaria acertar uma troca pelo signal caller.

O Cleveland Browns acertou uma troca envolvendo uma escolha de segunda rodada e uma de terceira rodada do draft para adquirir o quarterback do Cincinnati Bengals antes da trade deadline, na última terça-feira (31). Porém, com a lambança dos Browns, que falharam ao não notificar a liga sobre a troca antes do prazo, a troca não foi concretizada.

Segundo fontes disseram à ‘ESPN’, Cincinnati provavelmente aplicaria uma proposta de primeira rodada em McCarron caso ele seja free agent restrito, o que tornaria difícil para outro time apresentar uma proposta ao jogador. Neste caso, caso os Bengals não igualassem a oferta, eles receberiam uma escolha de primeira rodada do draft como compensação.

A queixa apresentada por McCarron leva em conta desde a temporada de calouro dele em 2014. Naquele ano, quando ele foi selecionado na quinta rodada do draft, o QB passou inicialmente em seu teste físico pós-draft, mas o time de Cincinnati colocou ele na lista de lesionados por razões não relacionadas ao futebol americano (NFI list) para começar o training camp devido a um problema no ombro.

De acordo com McCarron, ele estava saudável para sair da NFI list ainda durante o training camp daquele ano, o que faria com que sua temporada de calouro contasse para efeitos da free agency. Porém, Cincinnati não adicionou McCarron ao elenco ativo até o dia 9 de dezembro e, assim, a temporada não contou.

Sob os termos do acordo coletivo de trabalho, uma temporada conta em termos de contrato do atleta se esse jogador estava elegível para atuar em seis jogos da temporada regular.

Certo é que a decisão do árbitro vai impactar na classe de quarterbacks na free agency de 2018 e pode influenciar na decisão do Cleveland Browns. Os Browns podem voltar suas atenções para Andy Dalton, titular dos Bengals, dependendo da decisão relacionada a AJ McCarron.

Dalton não tem mais dinheiro garantido no atual contrato com os Bengals (seu salário-base de US$ 13,7 milhões para 2018 não é garantido) e Cincinnati pode trocá-lo ou dispensá-lo sem impacto no teto salarial.

O Washington Redskins pode precisar de um quarterback no ano que vem se Kirk Cousins, que está com contrato expirando, sair como free agent. Assim, Andy Dalton poderia ser um alvo também para a franquia da capital dos Estados Unidos.

Em suma, dependendo da decisão relacionada à queixa apresentada por McCarron, os Bengals podem correr risco de perder seus dois QBs nesta próxima offseason.

Comments
To Top