NFL

Agora nos Saints, Coby Fleener põe em dúvida esforço de ex-companheiros de Colts

(Crédito: Twitter/reprodução)

(Crédito: Twitter/reprodução)

Depois de quatro anos defendendo o Indianapolis Colts, Coby Fleener arranjou uma nova casa logo no primeiro da free agency da NFL e acertou com o New Orleans Saints. E após viver um ano decepcionante com a franquia de Indiana em 2015, quando a equipe teve apenas oito vitórias e oito derrotas, o tight end concedeu entrevista coletiva aos setoristas dos Saints, nesta sexta-feira (11), e questionou o esforço de alguns dos seus ex-companheiros.

“Eu acho que é uma daquelas situações que realmente revela caráter. Os caras que continuaram a lutar – sabendo que poderíamos não ter nosso quarterback estrela em campo, mas que ainda tínhamos a chance de vencer o jogo – esses são os caras que você quer ao seu lado. E os outros caras, se torna bastante aparente que estão apenas a passeio”, declarou o jogador, segundo Mike Wells, da ‘ESPN’ dos Estados Unidos.

Posteriormente, em entrevista à rádio ‘SiriusXM’, Fleener declarou que a falta de interesse do Indianapolis Colts para renovar o seu contrato e o grande interesse do New Orleans Saints em contar com seus serviços tornaram a decisão de optar pela franquia da Louisiana muito fácil.

Uma das críticas feitas a Coby Fleener em sua época de Colts era que ele não era muito bom como bloqueador. Porém, o próprio atleta rebateu essas afirmações.

“Eu não sei se eu consideraria isso um dos pontos fortes do meu jogo, mas acho que sou um bloqueador adequado, e parece que os Saints têm feito um excelente trabalho de meio que mover seus tight ends pelo campo e assegurar que eles têm a vantagem quando se trata de bloquear e receber”, observou Fleener, segundo o ‘The Advocate’.

O novo tight end do New Orleans Saints também negou as críticas que o tratavam como um jogador muito “suave”.

“Acho que é fácil falar quando você está sentando em uma mesa, digitando no computador. Eu, honestamente, não sabia disso até vocês dizerem. Não sei. Eu acho que se vocês ouvirem o que outras pessoas falam sobre você, vai ser uma montanha-russa emocional. Um dia você é incrível e, no dia seguinte, você é o pior”, analisou. “Pessoalmente, eu tento manter um equilíbrio. A maneira mais fácil de fazer isso é ignorar as pessoas que estão dizendo que você é o melhor e ignorar as pessoas que estão dizendo que você é o pior”, finalizou.

Na temporada 2015, Fleener fez 54 recepções para 491 jardas e três touchdowns, números bem modestos. Em quatro anos nos Colts, o tight end somou 183 recepções para 2.154 jardas e 17 TDs em 60 jogos disputados.

Agora no New Orleans Saints, em um ataque que conta um Drew Brees, um quarterback que gosta de explorar o potencial de seus tight ends, Coby Fleener tem tudo para inflar seus números e colocar sua carreira nos trilhos.

Comments
To Top