NFL

Adrian Peterson não sabe se irá jogar contra Packers; veja boletim de lesões

Adrian Peterson, running back do Minnesota Vikings

(Crédito: Twitter/reprodução)

O running back Adrian Peterson, do Minnesota Vikings, não participou do treinamento desta quarta-feira (21), três dias depois de retornar após recuperação de cirurgia no menisco e atuar contra o Indianapolis Colts. E, apesar de querer atuar contra o Green Bay Packers neste sábado (24), véspera de Natal, o camisa 28 não garantiu que estará em campo.

“Estou apenas levando um dia de cada vez. Descansando. Saí com alguns arranhões. Apenas levando um dia de cada vez e vendo como eu me sinto. Vamos ver isso quando a hora chegar”, afirmou.

Depois de carregar a bola em seis oportunidades para 22 jardas na derrota dos Vikings para os Colts por 34 a 6, Peterson tirou a quarta-feira para descansar. O técnico Mike Zimmer declarou que o running back “provavelmente não estava” 100% no domingo. O jogador participou de apenas 12 jogadas no confronto, o primeiro em que esteve em campo desde o dia 18 de setembro.

Oficialmente, ele foi listado com contusões no joelho e na virilha no relatório de lesões dos Vikings divulgado nesta quarta.

Após a partida contra os Colts, Adrian Peterson garantiu que estava se sentindo bem o suficiente para estar em campo e que ele planejava entrar em campo no Lambeau Field para pegar os Packers. Nesta quarta, ele foi questionado novamente sobre isso e manteve a postura de vontade de atuar.

“Sim. Eu estou me concentrando em me certificar de que meu corpo está completamente saudável e estou tentando voltar para lá o mais rapidamente possível”, observou.

Segundo Zimmer, Peterson “ainda está pegando” algumas mudanças no ataque dos Vikings, depois que Pat Shurmur substituiu Norv Turner como coordenador ofensivo da franquia enquanto Peterson estava afastado.

Atualmente com campanha de sete vitórias e sete derrotas, os Vikings estão na briga por uma vaga de wild-card na Conferência Nacional (NFC), mas para isso o time precisaria vencer seus dois compromissos finais, contra Green Bay Packers e Chicago Bears, e ainda precisaria contar com tropeços do Tampa Bay Buccaneers e do Washington Redskins.

Adrian Peterson afirmou no início de dezembro que seria “inútil” voltar aos gramados neste ano se os Vikings não estivessem mais na briga por uma vaga na pós-temporada.

Atualmente com 31 anos de idade, o running back correu para 72 jardas em 37 carregadas nesta temporada e seu futuro nos Vikings é incerto, já que ele iria faturar um salário-base de US$ 11,75 milhões em 2017 e ‘pesaria’ US$ 18 milhões no teto salarial.

Em outras novidades do departamento médico do Minnesota Vikings, o wide receiver Stefon Diggs (quadril), o safety Harrison Smith (tornozelo), o guard Brandon Fusco (concussão) e o wide receiver Laquon Treadwell (tornozelo) também não treinaram, assim como Peterson.

Confira outras notícias de lesões desta quarta (21):

– Janoris Jenkins: o cornerback do New York Giants, que está se recuperando de uma lesão nas costas, foi listado como ‘questionável’ para o confronto contra o Philadelphia Eagles, na noite desta quinta-feira (22). Kimberly Jones, jornalista da ‘NFL Network’, apurou nesta quarta que a condição de Jenkins será avaliada pouco antes do jogo.

– Nat Berhe: o safety dos Giants, que está se reabilitando depois de sofrer uma concussão, foi descartado para o jogo de quinta-feira à noite.

– Philadelphia Eagles: o wide receiver Jordan Matthews (tornozelo), o running back Darren Sproles (concussão) e o guard Allen Barbre (músculo posterior da coxa) foram todos listados como questionáveis para o jogo contra o New York Giants, na noite desta quinta-feira. O técnico Doug Pederson acredita que os três estarão em campo.

– Julio Jones: o wide receiver do Atlanta Falcons disse que se sente bem em meio à recuperação da entorse no dedo do pé, mas ele vai deixar o técnico Dan Quinn decidir sua condição para o jogo de sábado contra o Carolina Panthers.

“Eu só tenho que ir lá e voar ao redor. Nada precisa me segurar ou que eu não possa fazer ou ser eu. Se eu não puder ser eu (…) (Quinn) não vai me deixar ir. Ele quer que eu esteja 100% daqui em diante e fazendo o que eu preciso fazer”, declarou o wideout.

Jones perdeu os últimos dois jogos do time devido à lesão, retornou aos treinos nesta terça. Ele vestiu seu equipamento e agarrou passes juntamente com o companheiro Mohamed Sanu, mas não fez nada muito intenso no início das atividades desta quarta.

– New York Jets: o running back Matt Forte (joelho/ombro) não treinou nesta quarta, como disse o técnico Todd Bowles. Já o quarterback Bryce Petty, que está se recuperando de lesão no peito, treinou normalmente e vai atuar no sábado contra o New England Patriots.

– Green Bay Packers: o running back James Starks segue passando pelo protocolo de concussão, como disse o técnico Mike McCarthy. O linebacker Nick Perry, que se recupera de contusão na mão, trabalhou com os preparadores físicos e fez alguma coisa na última terça.

– Jamaal Charles: o running back do Kansas City Chiefs não tem mais chance de atuar na temporada 2016, já que o time resolveu ativar o linebacker Justin March-Lillard da injured reserve nesta quarta-feira, como informou Ian Rapoport, do ‘NFL.com’. Assim, acabou a cota do time, pois apenas um atleta pode ser designado para retornar da IR por temporada.

Charles passou por um procedimento cirúrgico no joelho em novembro e a expectativa era a de que o running back pudesse retornar para os playoffs. Porém, com Derrick Johnson tendo sofrido uma lesão no tendão de Aquiles recentemente, a franquia do Missouri resolveu ativar March-Lillard e adicionar uma opção de linebacker no elenco de 53 jogadores.

– Justin Houston: o linebacker dos Chiefs não está treinando devido a um inchaço em seu joelho, mas o técnico Andy Reid não pareceu preocupado com a condição do defensor.

– Jacoby Brissett: o quarterback reserva do New England Patriots deve ser retirado da injured reserve e ativado no elenco de 53 jogadores, como noticiou o jornalista Ian Rapoport, do ‘NFL.com’.

– Tom Brady: o quarterback titular dos Patriots, que está com um problema no joelho, treinou de maneira limitada. A lesão, contudo, não parece preocupar.

– Mike Pouncey: o center do Miami Dolphins, que foi colocado na injured reserve no começo de dezembro, afirmou que não vai precisar passar por cirurgia no quadril e deixou claro que a contusão não vai encerrar sua carreira precocemente.

– San Francisco 49ers: o wide receiver Quinton Patton passou por cirurgia no pé fraturado, enquanto que o cornerback Jimmie Ward sofreu uma fratura na clavícula contra o Atlanta Falcons, como revelou o técnico Chip Kelly.

– Lamar Miller: o running back do Houston Texans, que está com problema no tornozelo, não treinou na parte do treino aberta à imprensa. O jogador passou por uma ressonância magnética depois da vitória sobre o Jacksonville Jaguars, no último domingo, e baseado nos resultados do exame ele deve estar em campo neste sábado para enfrentar o Cincinnati Bengals, segundo Ian Rapoport, do ‘NFL.com’.

– Kyle Fuller: o cornerback do Chicago Bears, que está se recuperando de problema no joelho, não foi ativado da injured reserve dentro do período de três semanas e, desta forma, ele terá que ficar fora do restante da temporada 2016 da NFL.

– Cincinnati Bengals: o running back Jeremy Hill (joelho) e o tight end Tyler Eifert (costas) não treinaram.

– C.J. Anderson: o running back do Denver Broncos não deve mais atuar neste ano, como disse o técnico Gary Kubiak, e o planejamento é a de que ele volte a correr dentro de duas semanas e, possivelmente, volte às atividades em fevereiro.

Comments
To Top