NFL

Aaron Rodgers detona grito “nocivo” durante homenagem às vítimas dos atentados em Paris

(Crédito: Instagram/reprodução)

(Crédito: Instagram/reprodução)

A National Football League fez homenagens às vítimas dos atentados terroristas em Paris, ocorridos na última sexta-feira (15), e neste domingo um minuto de silêncio foi respeitado nos jogos ao redor da liga. A bandeira da França também marcou presença em algumas transmissões. Porém, no Lambeau Field, Aaron Rodgers não gostou nada de algo que viu.

Após o jogo, o quarterback do Green Bay Packers não revelou exatamente o que ele ouviu de algum torcedor da arquibancada, mas ele aproveitou o momento para condenar o que ele se referiu como “ideologia nociva”.

“Eu acho que é importante fazer coisas como isso (momento de silêncio). Somos um mundo conectado, vocês sabem, seis graus de separação. Eu devo admitir, contudo, que fiquei muito decepcionado com quem for o torcedor que fez um comentário que acho que foi muito inapropriado durante o momento de silêncio. É esse tipo de ideologia nociva que eu acho que nos coloca na posição em que estamos atualmente como mundo”, esbravejou o camisa 12 dos Packers, em entrevista a Bob Holtzman, da ESPN norte-americana.

Ao ser questionado sobre o que ouviu que o desagradou tanto, Aaron Rodgers preferiu não detalhar.

“Isso é tudo que vou falar sobre o assunto”, finalizou o signal-caller da franquia de Wisconsin.

Antes da derrota para o Detroit Lions por 18 a 16, o Green Bay Packers mostrou a bandeira francesa no telão do estádio durante o minuto de silêncio.

Comments
To Top