NFL

Aaron Rodgers ainda quer estar vestindo a camisa dos Packers aos 40 anos

Aaron Rodgers, quarterback do Green Bay Packers

(Crédito: Instagram/reprodução)

Aos 33 anos de idade e entrando em sua 13ª temporada na National Football League, Aaron Rodgers pode até não saber exatamente até quando pretende atuar profissionalmente e ele nem deve perder seus dias pensando muito nisso. Mas podemos dizer que ele sabe onde gostará de estar quando tiver seus 40 anos.

“Esperamos que aqui. Espero que esteja falando com vocês aqui”, disse o quarterback do Green Bay Packers aos jornalistas, em frente ao seu armário no vestiário do Lambeau Field.

A declaração de Rodgers se dá no mesmo dia em que o astro Tom Brady, do New England Patriots, completou 40 anos. E vendo o colega muito bem e com tanta longevidade na liga, o também camisa 12 espera ainda estar defendendo a franquia de Wisconsin daqui a seis, sete anos.

“Eu acho que é realista. Espero que esteja neste vestiário, contudo. Significaria que estou em um nível alto. Como eu disse, vamos esperar 2 de dezembro de 2024, me ajudem, 2023. Obrigado”, observou o signal caller, que nasceu em 1983.

Aaron Rodgers acompanhou de camarote o final da carreira de Brett Favre nos Packers, no meio de 2008, e ele assumiu a titularidade da equipe depois da saída do camisa 4. E ver o êxodo de um astro como Favre, entre outras coisas, o faz refletir sobre onde estará jogando aos 40.

“É ser um fã de esportes e assistir alguns dos meus jogadores favoritos em todos os tempos ou não terminarem no lugar onde começaram ou no lugar onde você se apaixonou por vê-los jogar – ou eles fizeram”, disse. “E ver como a lembrança é diferente daqueles jogadores como torcedor, vendo alguns dos meus jogadores favoritos da infância encerrando a carreira agora ou nos últimos dois ou três anos – os Derek Jeters, os Kobe Bryants e os Tim Duncans – fazendo toda a carreira em um só lugar, o que torna as coisas muito especiais”, prosseguiu.

“Então, novamente, eu também sou realista. Tenho que jogar bem, o time tem que querer me trazer de volta, mas eu disse que gostaria de terminar as coisas aqui onde começamos”, pontuou Rodgers.

Rodgers, que cresceu no norte da Califórnia e era torcedor do San Francisco 49ers, disse que sempre ficou decepcionado pelo fato de o lendário quarterback Joe Montana ter encerrado sua carreira no Kansas City Chiefs em vez de pendurar as chuteiras nos Niners.

Selecionado na primeira rodada do draft de 2005 pelos Packers, com a 24ª escolha geral, Aaron Rodgers acertou 65,1% de seus passes para 36.827 jardas, 297 touchdowns e 72 interceptações em 142 partidas de temporadas regulares disputadas na carreira.

Para atuar até os 40 anos, Rodgers precisaria de, pelo menos, mais um contrato. O seu atual acordo com os Packers vai até a temporada 2019 da NFL.

Comments
To Top