NFL

A.J. Green não precisará passar por cirurgia no dedo do pé

A.J. Green, wide receiver do Cincinnati Bengals

(Crédito: Twitter/reprodução)

O wide receiver A.J. Green, do Cincinnati Bengals, não precisará passar por cirurgia em seu dedo do pé lesionado. A informação foi confirmada pelo técnico Marvin Lewis na tarde desta segunda-feira (5).

Lewis não deu um cronograma exato para o retorno do camisa 18.

Apesar disso, como apurou o jornalista Adam Schefter, da ‘ESPN’ norte-americana, Green deve perder pelo menos dois jogos antes de ter seu pé reavaliado para ver quando ele poderia jogar.

Outra fonte disse no domingo que Green “não estava preocupado” com a possibilidade de cirurgia.

Green não estava presente nas instalações da franquia de Ohio nesta segunda, já que estava se reunindo com o especialista Dr. James Andrews, em Green Bay, Wisconsin, mas ele estava mandando mensagens de texto a alguns companheiros de equipe com atualizações.

“Não, ele não precisa fazer uma cirurgia. Nós meio que sabíamos disso, mas queríamos tocar todas as bases”, disse Lewis.

Green lesionou seu dedo do pé depois que fez uma recepção de 11 jardas no meio do campo com 17 segundos remanescentes em um jogo empatado contra Tampa Bay Buccaneers, na semana passada. Ele saiu de campo após a jogada e apontou para seu dedo. Ele retirou suas chuteiras assim que saiu de campo e os médicos o examinara.

Os Bengals ganharam o jogo com um field goal no final.

Após a partida, Green inicialmente disse que seu dedo do pé estava “bem”, mas foi visto utilizando uma bota protetora no dia seguinte.

O Cincinnati Bengals promoveu o wide receiver Auden Tate do elenco de treinamento (practice squad) nesta segunda para suprir a ausência de Green no elenco.

Tate, que foi selecionado na sétima rodada do draft de 2018, ainda não atuou nesta temporada.

Comments
To Top