NFL

Treinador dos Eagles se surpreende com Carson Wentz; veja manchetes

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– Técnico de quarterbacks dos Eagles está positivamente surpreso com Carson Wentz: segunda escolha geral no draft de 2016, o quarterback está deixando uma boa impressão para a equipe técnica do Philadelphia Eagles. John DeFillipo, treinador dos quarterbacks do time, teve suas expectativas superadas ao ver o novato em campo. “Eu acho que teve algumas coisas que pensava que ele levaria mais trabalho do que precisou. Ele está mais adiante do que achei que estaria”, disse o treinador sobre Wentz.

– Denver Broncos não está preocupado com situação de quarterbacks: sem Peyton Manning e Brock Osweiller, a franquia campeã do Super Bowl 50 pode ter problemas para decidir quem será o sinal caller titular na próxima temporada, ainda que tenha contratado Mark Sanchez e os novatos Paxton Lynch e Trevor Siemian. Demariyus Thomas, entretanto, destacou que o time não está aflito. “Ainda temos tempo. Esses caras se sairão muito bem”, disse o wide receiver para o ‘The Denver Post’.

– John Elway não guarda mágoa por Brock Osweiler não participar da visita dos Broncos à Casa Branca: antes de se desvincular da franquia do Colorado, o quarterback participou do caminho dos Broncos rumo ao título do Super Bowl L, mas não irá visitar Barack Obama junto com seu antigo time. “É uma escolha de Brock, então até onde eu sei todos os outros caras estarão lá e será ótimo”, disse Elway, dirigente dos Broncos, nesta quinta-feira.

– Sam Bradford organiza treino de verão para o Philadelphia Eagles: quarterback da franquia desde 2015, Bradford chegou a pedir para ser trocado e, como não rolou, está trabalhando em conjunto com o time. Chris Givens, wide receiver recém-contratado pelo time, confirmou a integração bolada pelo quarterback. “Um brunch com todos nós reunidos em San Diego no primeiro final de semana de julho”, contou o atleta.

– Matt Jones tem plena confiança em seu talento como running back: contratado pelo Washington Redskins desde 2015, Jones irá substituir Alfred Morris como titular da equipe e não está pressionado. “Sou capaz de ser um running back titular”, disse o atleta para o ‘The Washington Post’ nesta quinta-feira.

– Lardarius Webb aconselha Eric Weddle a não se conter: colegas de Baltimore Ravens a partir desta offseason, o cornerback veterano do time (Webb está na franquia desde 2009) andou conversando com Weddle sobre o que esperar e como se destacar e a dica foi mandar bala. “Eu disse para ele, ‘nós queremos Eric Weddle. Não se contenha. Não fique quieto. Nós queremos você’”, contou Lardarius nesta quinta-feira para o ‘NFL Network’s NFL HQ’.

– IK Enemkpali segue na luta para integrar elenco do Buffalo Bills: linebacker da franquia desde 2015, o ex-New York Jets está fazendo o que pode para conseguir impressionar a equipe técnica e entrar em campo pelo time de Buffalo. “Ele está se esforçando. E se esforçando bastante”, disse o técnico Rex Ryan para o site oficial do time. “Ele parece muito bem para mim”.

– Warren Sapp explica por que não quer que jogadores dos Ravens usem o nº 99: tackle na NFL de 1995 a 2007, Sapp jogou no Tampa Bay Buccaneers e Oakland Raiders, mas tem restrições quanto ao uniforme dos jogadores do Baltimore Ravens. Em sua conta no Twitter, o time anunciou que o defensive end Timmy Jernigan iria mudar o número de sua camisa do 97 para o 99 em homenagem a Warren, que não gostou do tributo. “Como eu impeço isso?”, respondeu o ex-jogador na postagem da rede social.

– Houston Texans conta com melhora de Jaelen Strong para a próxima temporada: após perder cerca de 16kg, desde a última temporada, o wide receiver segue rumo ao seu segundo ano jogando pelos Texans e o técnico Bill O’Brien tem grandes planos para Strong. “Texans estão contando com o Jaelen Strong melhorado”, comentou o treinador para o ‘Houston Chronicle’.

– Art Briles desabafa após ser demitido como técnico de Baylor: em comunicado divulgado na manhã desta quinta-feira, o treinador compartilhou seus sentimentos com os torcedores da universidade, que decidiu se desligar do técnico após ele ser acusado de encobrir casos de estupro cometidos por atletas. “Meu coração vai para as vítimas para a dor que eles têm sofrido. Agressão sexual não tem lugar no nosso campus ou em nossa sociedade”, disse Briles em sua carta.

– Brian Hoyer diz se inspirar em Jay Cutler como quarterback: na NFL desde 2009, o quarterback recém-contratado pelo Chicago Bears jogará pela primeira vez ao lado de Cutler, com quem teria se identificado desde o começo de sua carreira na NFL. “Jay é em quem eu me moldei depois da faculdade porque ele é aquele protótipo tradicional do quarterback de drop-back, mas que também tem a habilidade de estender as jogadas”, contou o quarterback recém-chegado à franquia de Chicago.

Comments
To Top