NFL

10 itens preguiçosos para não fazer um texto de verdade sobre Antonio Brown nos Patriots

Antonio Brown, wide receiver do Pittsburgh Steelers

Como a rodada da NFL está quase chegando – talvez ao ler este texto um jogo já esteja passando na TV – e Antonio Brown já rendeu N posts nossos aqui no site, Instagram, Twitter e pombo-correio, vou escrever 10 itens preguiçosos que me veem a cabeça ao saber que ele jogará nos Patriots.

1. Os Patriots não tinham um recebedor tão dominante desde Randy Moss. Moss chegou nos Pats com 30 anos. Brown tem 31. Ambos tinham a necessidade de reerguer suas carreiras depois de saírem um pouco queimados das equipes onde ficaram conhecidos e passagens pelo Oakland Raiders. Pobres Raiders.

2. O comportamento de Antonio Brown foi de vergonhoso para baixo, somando-se com honras ao grupo de wide receivers divas que é uma categoria tão bem estabelecida como o sindicato de metalúrgicos no Brasil. Terrell Owens é o Lula.

3. Os Patriots chegaram para a temporada sem Rob Gronkowski, o maior recebedor da era Tom Brady. Julian Edelman, com 33 anos, me deixa nervoso. Amendola já era, Chris Hogan saiu, o time draftou N’Keal Harry lá em cima, sendo que Bill Belichick tem histórico ruim escolhendo wide receivers com picks de segunda a quarta rodadas: Aaron Dobson (2013), Josh Boyce (2013), Taylor Price (2010), Brandon Tate (2009) e a lista continua. Ai chega Josh Gordon da sua quinta suspensão/acabou a carreira e Antonio Brown. Difícil não se desesperar para quem torce contra.

4. Toda preocupação com o que Antonio Brown pode apresentar é válida. É legal falar que com Bill Belichick ele fala manso, mas tivemos vários casos de jogadores polêmicos que chegaram nessa estrutura e não se deram bem. Chad Ochocinco é um caso clássico. Reggie Wayne também não teria gostado muito do estilo militar. Aaron Hernandez é o caso extremo.

5. Ainda tem a possibilidade de Antonio Brown ter simplesmente perdido a noção, o que pode ser considerado egolatria, mas também um problema da CTE. Ele está agindo de forma completamente errática e doida. Ele passou de agradecer o treinador ao pé do ouvido em Hard Knocks pelo apoio dado por Gruden a cagar na cabeça da franquia, depois brigar com o GM, fazer uma entrevista coletiva que ele não precisava fazer caso pensasse em sair e depois sair mesmo. Isso não é uma desculpa 100% a prova de balas porque ele tem um entorno, com agentes e várias pessoas que podem aconselhá-lo a tudo, inclusive a perceber que se depois de uma concussão Antonio Brown não é mais Antonio Brown, é hora de encerrar a carreira. Mas é preocupante, claro.

6. Dito isso acima, as chances de Brown dar certo são enormes. A questão da motivação já foi abordada, ele precisa provar que ainda é o camisa 84 que conhecemos. Tom Brady é um bom quarterback, me informaram. E Brown é o recebedor, em campo, mais fácil de encaixar, porque ele domina todas as rotas. Ele não é um jogador de slot, mas pode ser. Ele não é um velocista olímpico, mas pode bater qualquer cornerback. O posicionamento é perfeito, o jogo de pés é maravilhoso. Não tem como não ficar empolgado.

7. Que pena que ele não pode jogar na semana #1 contra os Steelers. Seria o jogo mais imperdível em temporada regular em anos.

8. Todas as teorias da conspiração sobre Belichick ter planejado tudo isso são hilárias. Minha preferida foi de Kevin Clark, jornalista do The Ringer, que disse que em um depósito em algum lugar, Belichick tem estocado todos os capacetes da marca Schutt só que do ano 2011, que ainda são permitidos pela NFL.

9. Dá para dizer que o New England Patriots tem o melhor ataque da NFL agora? O Kansas City Chiefs tem Mahomes e jogadores explosivos como Tyreek Hill e o melhor TE da liga em Travis Kelce. Mas acho que agora os Patriots chegam perto porque eles podem fazer tudo que desejarem. Quando investiram no jogo terrestre na temporada passada com Sony Michel foram bem. James White segue sendo um dos melhores running backs recebendo passes na liga e ainda tem Edelman, um PhD no slot. Gordon e Brown são as ameaças em rotas mais longas. A linha está se comportando muito bem… Olha, talvez um pouco abaixo dos Chiefs, mas não vejo razão para colocar o ataque de Brady no pódio pelo menos.

10. O roteiro está desenhado. Jets e Bills podem ser competitivos, mas os Patriots são claramente melhores. Os Dolphins não precisa falar muito. Os Patriots vão ter um bye na primeira rodada, recebem um bom time na semifinal da AFC em casa e vencem e estão, mais uma vez, na final da Conferência. Será só a nona final de AFC seguida

 

Comments
To Top