NBA

Voltando a atuar bem, Golden State vence em Cleveland e empata a final em 2 a 2

(Crédito: Instagram/reprodução)

(Crédito: Instagram/reprodução)

Com um show a parte de Andre Igoudala, o Golden State Warriors bateu o Cleveland Cavaliers por 103 a 82 na Quickens Loans Arena, em Cleveland. Com uma atuação destacada, tanto na defesa quanto no ataque, o ala dos Warriors anotou 22 pontos e oito rebotes, sendo o grande nome da noite.

Stephen Curry se recuperou e presenteou os torcedores com um show nas bolas de três, terminando o confronto com 22 pontos e seis assistências. Draymond Green também foi muito bem com 17 pontos, seis assistências e sete rebotes.

Exibindo um grande cansaço físico, os Cavs não conseguiram manter a intensidade dos jogos anteriores. Lebron terminou com 20 pontos, oito assistências e 12 rebotes. Timofey Mozgov teve a melhora atuação da carreira, sendo o cestinha da partida com 28 pontos e 10 rebotes. Dellavedova, destaque do último confronto não repetiu a atuação e terminou com 10 pontos e quatro assistências.

Com a série empatada em 2 a 2, a partida cinco promete ser a mais disputada da série. O próximo e decisivo encontro entre as duas equipes acontece no domingo (14), às 21h, na Oracle Arena, em Oakland, no estado da Califórnia.

O Jogo – Depois do hino americano entoado pelo rapper Usher, a bola subiu com o quinteto titular dos Cavs sendo formado por Matthew Dellavedova, Iman Shumpert, Lebron James, Tristan Thompson e Timofey Mozgov. Após muitos problemas ofensivos nos primeiros confrontos, os visitantes decidiram mudar e entraram em quadra com Stephen Curry, Klay Thompson, Harrison Barnes, Draymond Green e a surpresa Andre Igoudala, que até então não havia sido titular em nenhuma partida da temporada regular.

Sem Andrew Bogut, Steve Kerr escalou um esquema mais ousado, sem uma referência no garrafão e colocando em prática um time mais ágil e veloz. Aumentando o número de dobras em LeBron, o técnico de Golden State tratou de dificultar a aproximação do camisa 23 da cesta. Mas no ataque, os Warriors erraram todos os quatro primeiros arremessos e os Cavs trataram de aproveitar o bom momento e abriram sete a zero, com boa parte do elenco trocando passes e pontuando.

Rapidamente, com Curry e Igoudala deixaram o jogo mais equilibrado com jogadas de contra ataque e bolas de três. Trocando cestas, as equipes elevaram o aproveitamento e, com uma boa movimentação ofensiva por parte dos Warriors, os comandados de Kerr passaram a frente por quatro pontos, 24 a 20.

Com mais participação de David Lee no jogo, o ala-pivô foi fundamental na defesa e no ataque para garantir a vitória no quarto por 31 a 24, para o Golden State Warriors.

Com um segundo quarto marcado pela administração do resultado pelos Warriors, os visitantes continuaram empregando um ritmo intenso no ataque, mantendo a diferença em dez pontos, com sete minutos para o fim do período.

Com dificuldade no ataque, LeBron teve apenas dez pontos no primeiro tempo (pior marca na série). Um susto ocorreu com quatro minutos para o fim do quarto, quando Andrew Bogut fez uma falta dura em James e o ala dos Cavs acabou se chocando com uma câmera na linha de fundo. Com um pequeno corte na cabeça, o atleta acabou recebendo um atendimento médico simples, na beira da quadra.

Com bastante confiança nas bolas de três, Curry e companhia comandaram as ações do quarto e, com grande atuação de Green, Igoudala e Shaun Livingston, a equipe foi constante e terminou o primeiro período na frente, 54 a 42.

Depois da bronca de Batt nos vestiários, Dellavedova apareceu para o jogo com duas cestas de três seguidas. Oferecendo uma intensidade semelhante ao dos primeiros confrontos, Cleveland voltou melhor. Reduzindo o que eram 15 pontos de vantagem, os Cavs apostaram na tabelinha Dellavedova e James para se recuperar com boa atuação ofensiva e trazer o jogo para três pontos: 65 a 62.

Muito da atuação no quarto se deve a Tristan Thompson, que tinha nove rebotes, quatro deles ofensivos, até metade do terceiro quarto. Com 12 pontos, o jogador desequilibrou no ataque também. O quarto acabou 76 a 70 para os visitantes.

No decisivo último quarto, LeBron começou no banco para descansar. Resultado: Golden State abriu 10 de vantagem. Pressionado, o camisa 23 regressou ao jogo e logo primeiro lance sofreu um toco de Draymond Green. Com uma sequência de bons arremessos com Curry e Igoudala, os Warriors abriram uma larga diferença de 14 pontos, faltando sete minutos para o fim da partida. Administrando a vantagem, os visitantes tornaram o último quarto um popular “rachão” e o jogo terminou 103 a 82.

Comments
To Top