NBA

Três equipes da NBA estariam evitando ficar em hotéis de Trump

Trump SoHo Hotel

Crédito: Wikipedia Commons/reprodução

Milwaukee Bucks, Memphis Grizzlies e Dallas Mavericks preferiram não ficar em hotéis que levam o nome do presidente eleito Donald Trump em suas viagens à Nova York e Chicago, segundo fontes relataram à ESPN americana. A razão seria evitar a conexão de suas imagens com o empresário, que fez uma campanha polêmica e nada popular entre jogadores, treinadores e até donos de franquias da NBA.

Desde a eleição de Trump, batendo a candidata democrata Hillary Clinton, treinadores como Gregg Popovich, Doc Rivers, Stan Van Gundy e Steve Kerr mostraram insatisfação. Já entre os jogadores, o mais vocal foi LeBron James, que fez campanha para Clinton no estado de Ohio.

O Trump SoHo é popular entre os times que viajam para Nova York, seja para jogar contra os Knicks no Madison Square Garden ou os Nets no Barclays Center. Grizzlies e Mavericks já tinham ficado no local nos últimos anos, mas decidiram trocar de lugar nesta offseason. Já os Bucks, que ficaram no hotel de Trump em Chicago nesta pré-temporada, cancelaram sua estadia para os jogos de temporada regular.

Curiosamente, tanto um dos donos dos Bucks, Marc Lasry, assim como o empresário Mark Cuban, proprietário dos Mavericks, apoiaram verbalmente Clinton. Em entrevista à Associated Press, Cuban negou que a mudança tenha sido feita por causa do resultado das urnas: “foi feita meses atrás, não recentemente.”

Já o treinador David Fizdale, dos Grizzlies, negou qualquer relação entre a troca com a presença de Trump no nome dos estabelecimentos: “não há verdade nisso. Nossa decisão em relação a que hotéis ficaremos foi feita muito antes que essas coisas da eleição aconteceram”.

Segundo essas mesmas fontes, um quarto time, da Conferência Leste, decidiu trocar de local quando o contrato com o Trump SoHo acabar ao fim desta temporada e que a ligação com o futuro presidente dos Estados Unidos é um dos fatores. A ESPN preferiu não revelar o nome dessa franquia e nem de sete outras que vão ficar nos hotéis que levam o nome do empresário em Nova York e Chicago.

 

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popular

To Top