NBA

Segundo ESPN, Sacramento Kings chega a acordo com Dave Joerger

Crédito: Instagram/reprodução

Crédito: Instagram/reprodução

Depois de sua saída surpreendente do Memphis Grizzlies, Dave Joerger era um nome grande no mercado. E o Sacramento Kings correu para buscar ele. Segundo o sempre bem informado repórter Marc Stein, da ESPN americana, a franquia ofereceu um contrato de quatro anos e US$ 16 milhões e o treinador aceitou. O último ano é uma opção que pode ser exercida só pelo time.

Uma das razões para os Grizzlies terem demitido Joerger foi justamente a intenção deste em se encontrar com Vlade Divac, homem-forte do basquete dos Kings. O treinador estava descontente com a direção da franquia do Tennessee e a atitude de procurar novas oportunidades irritou os Grizzlies.

Os Kings vinham fazendo uma procura extensiva na liga, se encontrando com diversos treinadores. Sam Mitchell, Vinny Del Negro, Mike Woodson, David Blatt, Mark Jackson, Patrick Ewing e mais outros se encontraram ou foram citados como de interesse da franquia californiana, que desde que demitiu Rick Adelman em 2006, teve oito treinadores. Nenhum deles capaz de chegar na pós-temporada.

Joerger terá esse grande desafio na capital da Califórnia e ainda vai encarar um vestiário complicado já que a maior figura dele é o polêmico pivô DeMarcus Cousins. George Karl, último treinador da franquia, bateu de frente com o All-Star e viu sua passagem durar apenas uma temporada e meia.

A passagem pelos Grizzlies como head coach durou três temporadas, todas elas com disputa de playoffs. Em 2015/16 seu trabalho foi particularmente digno de nota já que o time perdeu seus dois principais jogadores (Marc Gasol e Mike Conley) com lesões sérias e teve que usar 28 atletas, recorde da história da NBA. Mesmo assim o time teve 42 vitórias e 40 derrotas, suficiente para a sétima colocação no Oeste. Enquanto isso sua nova equipe venceu apenas 33 jogos e perdeu 49.

Os Kings em 2016/17 ainda vão para a nova arena – Golden 1 Center – e o dono Vivek Ranadive espera muito mais que as campanhas medíocres dos últimos anos. Os Kings da virada dos 90 para os 2000 com Chris Webber, o próprio Divac, Mike Bibby e outros está muito longe na memória do torcedor.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popular

To Top