NBA

Parker e Leonard decidem e Spurs eliminam Grizzlies com vitória no jogo 6

San Antonio Spurs

Crédito: Instagram/reprodução

Memphis Grizzlies (43-39) 96 x 103 San Antonio Spurs (61-21) – 4 a 2 pró-Spurs na série

O cara do jogo: Tony Parker (27 pontos, com 11 arremessos certos em 14 tentados)

O melhor armador da série estava sendo Mike Conley, com sobras. Mas no que seria o último jogo da série, Tony Parker lembrou de seu melhor basquete e foi o maestro dos Spurs na vitória no FedEx Forum, para fechar em 4 a 2 e garantir o duelo contra o Houston Rockets na final da conferência.

Só que o jogo não foi uma moleza. No último quarto os Grizzlies chegaram a liderar por 7 pontos, depois que Conley – que terminou com 26 pontos – ficou sete pontos à frente faltando 6 minutos para terminar o jogo. Mas Kawhi Leonard respondeu com oito pontos seguidos seus e os Spurs marcaram 22 dos últimos 30 pontos da partida, mostrando que o time sabe aparecer no momento certo.

Uma estatística que indica bem a razão para os texanos terem vencido foi o número de rebotes. Os Spurs venceram nas tábuas por 46 a 28, com 16 rebotes ofensivos que geraram 17 pontos.

Dominante nos rebotes, a equipe de Gregg Popovich somou mais posses e viu seus principais jogadores aparecerem. Kawhi Leonard teve 29 pontos, Parker 27, em impressionantes 11 arremessos certos de 14 tentados, e LaMarcus Aldridge somou 17 pontos e 12 rebotes.

 

Agora a Conferência Oeste vai se tornar um campo de batalhas, com dois times texanos duelando em uma das semifinais. O Houston Texans bateu o Oklahoma City Thunder em cinco jogos e já espera Gregg Popovich e companhia.

Manu Ginobili Patty Mills

Crédito: Instagram/reprodução

San Antonio Spurs (61-21) 116 x 103 Memphis Grizzlies (43-39) – 3 a 2 pró-Spurs na série

Com 14 bolas de três, Spurs batem Grizzlies e voltam a liderar na série

O cara do jogo: Kawhi Leonard (28 pontos)

A série entre San Antonio Spurs e Memphis Grizzlies é mesmo dominada pelos mandantes. No quinto jogo, mais uma vez o dono da casa venceu, com os Spurs voltando a liderar por 3 a 2 após mais um jogo bom de Kawhi Leonard e contribuições notáveis de Patty Mills e Manu Ginobili.

Logo na primeira vez que entrou, o argentino marcou seis pontos e mostrou sua energia característica, levantando o público no AT&T Center. Já Mills acertou cinco de suas sete tentativas de três para 20 pontos.

Os Spurs, aliás, mandaram ver atrás do arco, com aproveitamento de 50%, 14 certas em 28 tentadas. o recorde em pós-temporada de acertos nesse tipo de arremesso é de 16.

Assim o time texano foi abrindo uma liderança que se nunca foi enorme, nunca correu perigo. Os Grizzlies ficaram cinco pontos atrás no último quarto após Mike Conley – 26 pontos na noite – pontuar, mas uma bandeja e dois lances livres de Leonard e duas bolas de três de Mills encerraram a brincadeira.  O jogo 6 será no Tennessee na quinta-feira.

Gasol Conley Grizzlies

Crédito: Instagram/reprodução

Memphis Grizzlies (43-39) 110 x 108 San Antonio Spurs (61-21) – com prorrogação – 2 a 2 na série

Em jogo incrível, Leonard arrebenta, mas Gasol e Conley decidem e Grizzlies empatam

O cara do jogo: Mike Conley (35 pontos, oito assistências e nove rebotes)

Kawhi Leonard foi simplesmente imparável, com 43 pontos na partida e fazendo os últimos 16 dos Spurs. Mas Mike Conley não ficou atrás e conseguiu liderar os Grizzlies em uma gigantesca vitória contra os texanos, empatando a série e garantindo dois triunfos no FedEx Forum.

Outro que pode ganhar nome de rua em Memphis é Marc Gasol (16 pontos e 12 rebotes): o espanhol acertou o arremesso da vitória com 0,7 segundos para dar a vitória a seu time, que cansou de desperdiçar posses – 23 turnovers na partida, maior número da história da franquia – e viu uma vantagem de 10 pontos no último quarto ir para o espaço.

O responsável por essa reação foi o camisa 2 dos Spurs, que não cansa de surpreender. Além da habitual defesa sufocante, ele se tornou uma arma ofensiva com um apreço pela decisão: atrás por três pontos com 17 segundos faltando na prorrogação, Leonard acertou uma bola de três para empatar, antes de Gasol decidir. Somado a prorrogação e o quarto período, o ala fez 24 pontos.

E assim o jogo teve 6 mudanças de liderança e sete empates só nesses 17 minutos finais.

Se não fosse por Gasol, o jogo poderia estar rolando até o almoço de domingo.  O próximo duelo será em San Antonio na terça-feira.

Arremesso certeiro de Gasol, narrado em espanhol

Mike Conley Grizzlies

Crédito: Instagram/reprodução

Memphis Grizzlies (43-39) 105 x 94 San Antonio Spurs (61-21)– 2 a 1 pró-Spurs na série

Elétricos, Grizzlies dominam terceiro quarto, batem Spurs e diminuem vantagem

O cara do jogo: Mike Conley (24 pontos e oito assistências)

O Memphis Grizzlies entrou na quadra de seu FedEx Forum sabendo que 3 a 0 seria quase impossível reverter e prova disso eram as duas últimas séries de playoffs contra os Spurs, com o time do Tennessee sendo varrido em ambas. E com vontade acima do comum e um terceiro quarto muito bom, os Grizzlies venceram por 105 a 94 e podem empatar a série já neste sábado.

Todos os jogadores de nome dos mandantes apareceram. Mike Conley teve 24 pontos e 8 assistências, Zach Randolph ajudou com 21 pontos e Marc Gasol com mais 21. O time foi para o intervalo vencendo por 4 e no terceiro período voou, fazendo 31 e permitindo apenas 17.

O time voltou do intervalo acertando 10 de seus primeiros 14 arremessos e mostrando uma produção ofensiva que poucas vezes se viu na era Grit n' Grind em Memphis, marcada por times extremamente defensivos. Méritos para o treinador David Fizdale, que motivou seus jogadores em uma coletiva após o jogo 2 cheia de críticas à arbitragem e venceu sua primeira partida de playoffs já na sua primeira temporada como head coach.

Gregg Popovich colocou todos os titulares no banco como reprimenda no início do terceiro quarto e mal jogou com eles no quarto, mostrando insatisfação com os turnovers no ataque e espaços na defesa. Kawhi Leonard e LaMarcus Aldridge terminaram jogando 30 minutos, com 18 e 16 pontos respectivamente.

 

Kawhi Leonard Spurs

Crédito: Instagram/reprodução

San Antonio Spurs (61-21) 96 x 82 Memphis Grizzlies (43-39) – 2 a 0 pró-Spurs na série

Com 37 pontos de Kawhi Leonard, Spurs abrem 2 a 0 na série contra os Grizzlies

O cara do jogo: Kawhi Leonard (37 pontos e 10 rebotes)

Caso você não soubesse se Kawhi Leonard conseguiria manter o ritmo ofensivo nos playoffs agora que ele é inegavelmente a estrela da equipe, o jogo desta segunda foi prova que sim. O camisa 2 fez 37 pontos e puniu a defesa dos Grizzlies com sua agressividade, indo para a linha de lance livre 19 vezes. E ele acertou todos.

Os Grizzlies começaram muito mal o jogo, perdendo por 13 pontos o primeiro quarto e chegando a ficar 26 pontos atrás. Porém, na volta do intervalo, o time do Tennessee acordou, forçando turnovers e matando a vantagem dos texanos. Mas duas bolas de três, de Pau Gasol e Tony Parker, foram matadoras de ânimo e o ataque de Memphis não conseguiu decolar no último quarto, com apenas 17 pontos em todo o período.

Mike Conley fez 24 pontos e deu 8 assistências e Zach Randolph teve 18 pontos e 10 rebotes para os visitantes. O treinador David Fizdale saiu irritado com a arbitragem, pelo que ele chamou de falta de respeito com seu time por não receber faltas merecidas. Só Leonard sozinho foi mais à linha de lances livres que seu time inteiro somado.

Agora a equipe de Memphis terá que reverter uma vantagem de 2 a 0 para se classificar. A tarefa ingrata começa na quinta.

Kawhi Leonard, ala do San Antonio Spurs

(Crédito: Twitter/reprodução)

Spurs não tomam conhecimento dos Grizzlies e largam bem nos playoffs

San Antonio Spurs (61-21) 111 x 82 Memphis Grizzlies (43-39) – 1 a 0 pró-Spurs na série

O cara do jogo: Kawhi Leonard (11/14 nos arremessos de quadra, 32 pontos, três rebotes, cinco assistências e duas roubadas de bola).

Abrindo a série válida pela primeira rodada dos playoffs da Conferência Oeste, o San Antonio Spurs recebeu o Memphis Grizzlies, no AT&T Center, e não tomou nenhum conhecimento do adversário, abrindo a série com um triunfo por 29 pontos de diferença. Foi a nona vitória seguida dos Spurs sobre os Grizzlies em jogos de pós-temporada.

O time texano teve uma grande atuação ofensiva e defensiva, acertando 53,2% dos arremessos de quadra na partida e também tendo um bom aproveitamento de 52,6% nas bolas de três pontos. O Memphis Grizzlies, por sua vez, foi preciso apenas em 39,2% de seus arremessos e converteu 35% dos arremessos atrás da linha de três.

O grande destaque do jogo foi o ala Kawhi Leonard, que foi decisivo para os Spurs e saiu de quadra com 32 pontos, três rebotes, cinco assistências e duas roubadas de bola, errando apenas três de seus 14 arremessos no confronto e tendo aproveitamento perfeito em nove lances livres. O armador francês Tony Parker também foi bem e fez 18 pontos, dois rebotes e duas assistências.

Com a camisa do Memphis Grizzlies, os melhores em quadra foram o pivô Marc Gasol (32 pontos, cinco rebotes e duas assistências) e o armador Mike Conley (13 pontos, cinco rebotes, sete assistências e três roubadas de bola).

O jogo

Mesmo com a vitória por larga vantagem, o San Antonio Spurs não teve vida fácil nos primeiros minutos da partida. O Memphis Grizzlies acertou seus primeiros cinco arremessos e suas primeiras quatro bolas de três pontos para abrir uma vantagem de 18 a 7. E o primeiro quarto, que chegou a ter os texanos perdendo por 28 a 15, terminou com vitória por 30 a 25 dos visitantes.

Os donos da casa só foram ficar pela primeira vez em vantagem no marcador quando restavam 8min53s no segundo quarto, mas depois caminharam tranquilos para abrir a série com um triunfo importante.

Na reta final do terceiro quarto até os primeiros minutos do período final, os Spurs chegaram a encaixar uma série de 19 pontos sem tomar nenhum do adversário e saíram de uma vantagem de 74 a 64 para uma vantagem de 93 a 64. Então, no quarto final, bastou administrar a confortável folga para confirmar um resultado positivo sem maiores dores de cabeça.

O San Antonio Spurs até fechou o jogo com uma série espetacular de tocos, mostrando também o seu domínio defensivamente no confronto.

 

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popular

To Top