NBA

Sam Hinkie deixa cargo de general manager do Philadelphia 76ers; Bryan Colangelo é o novo GM

Crédito: Site oficial 76ers/ Reprodução

Crédito: Site oficial 76ers/ Reprodução

Após três anos acumulando campanhas pífias e altas escolhas no draft, processo que gerou muita crítica ao redor da liga, Sam Hinkie deixa abruptamente o cargo de general manager e chefe das operações de basquete do Philadelphia 76ers.

O parceiro de Hinkie no cargo de GM, Josh Harris, confirmou os rumores da saída em um comunicado que dizia que “apesar de estarmos decepcionados com a partida de Sam, nós queríamos agradecê-lo por suas contribuições nos últimos três anos. Não há dúvidas que o trabalho de Sam nos colocou em posição para um futuro promissor”.

A saída de Hinkie se deu através de uma carta enviada à diretoria dos Sixers.

“Devido a todas as mudanças na organização, eu não tenho mais confiança de que posso tomar boas decisões em nome dos investidores dos Sixers,” disse Hinkie na carta. “Então eu deveria sair do cargo. E eu vou”.

Fontes ligadas ao time afirmam que Hinkie tomou a decisão após fortes rumores que ele estava entrando em confronto com Jerry Colangelo, duas vezes executivo do ano da NBA e na franquia desde o fim de 2015. Ele preferiu sair de seu cargo a ficar com menos voz na franquia.

Colangelo é diretor de basquete da seleção americano e considerado uma dos mais bem sucedidos donos e executivos da NBA.

A carte de Hinkie a diretoria dos Sixers tem 13 páginas, incluindo 13 citações a figuras não ligadas a basquete como Bill Belichick e o bilionário Warren Buffett.

“Há muitas críticas sobre nosso approach. Terão mais. Uma liga competitiva como a NBA precisa de gente que vai em uma direção enquanto os outros competidores vão em outra. Nós constantemente nos defendemos sobre as críticas, muito por conta de nosso esforço de ficar fiel aos nossos ideais de ter uma visão mais ampla na sala,” disse Hinkie na carta, defendendo o processo de reconstrução da equipe.

Bryan Colangelo

Parece que a aproximação entre Colangelo e 76ers será consumada. Seu pai já havia sido contratado como chefe de operações de basquete em dezembro.

Segundo o insider Adrian Wojnarowski, Jerry Colangelo irá assumir o lugar de Hinkie, e a posição de general manager irá ser preenchida por Bryan, seu filho.

Bryan teve grande sucesso como GM do Phoenix Suns entre 1994-2006. O time liderado por Steve Nash e treinado por Mike D'Antoni marcou época na NBA com seu ataque ultra-rápido, chegando a figurar entre candidato a títulos. Seu pai era o dono do time durante seu trabalho.

Após sair do Phoenix, Bryan assumiu o Toronto Raptor entre 2006 e 2013. Sua passagem pelo Canadá foi negativamente marcada pela seleção de Andrea Bargnani com a primeira escolha do draft de 2006, que nunca atingiu as expectativas esperadas, e nunca foi um grande nome nos Raptors, tendo sido trocado por Masai Ujiri.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top