NBA

Curry é premiado, Thompson brilha e Warriors eliminam Blazers

Crédito: Instagram/reprodução

Crédito: Instagram/reprodução

Jogo 5: Golden State Warriors (4-1) 125 x 121 Portland Trail Blazers (1-4)quarta-feira, 11/05

Os heroicos Blazers fizeram bom papel, mas no fim os Splash Brothers foram demais para se lidar. Klay Thompson com 33 pontos e Stephen Curry, em noite que recebeu o troféu de MVP em frente a sua torcida, fez 29 e mais 11 assistências. E o Golden State Warriors chega a sua quinta final de Conferência.

Damian Lillard e C.J. McCollum combinaram para 55 pontos, com 28 do primeiro e 27 do segundo. Os Blazers foram para o intervalo com cinco pontos de vantagem. Allen Crabbe com 20 pontos também se destacou. Mas já no terceiro quarto os Warriors conseguiram virar o placar.

Klay teve uma partida sensacional, com 13 arremessos certos em 17 e seis bolas certas em nove tentadas. Curry não teve o mesmo grande aproveitamento, mas sua bola de três faltando 24 segundos transformou um placar com diferença de dois pontos para cinco. E depois, nos lances livres, Curry acertou os quatro que tentou no fim e garantiu uma noite inesquecível: MVP e classificação.

Agora o time californiano espera a briga de foice entre Oklahoma City Thunder e San Antonio Spurs.

Jogo 4: Portland Trail Blazers (1-3) 125 x 132 Golden State Warriors (3-1) – segunda, 09/05

Curry volta, faz 40 e Warriors vencem Blazers na prorrogação

Crédito: Instagram/reprodução

No começo, Stephen Curry estava meio enferrujado, até porque, como tinhamos noticiado, no mesmo dia era previsto que nem entrasse em quadra. Mas no fim o MVP começou no banco, logo entrou na partida e saiu dela com 40 pontos e liderando os Warriors na terceira vitória contra o Portland Trail Blazers. Foram inacreditáveis 17 pontos só na prorrogação.

E pensar que tudo começou em uma ejeção. Shaun Livingston tomou uma dupla técnica e foi ejetado da partida, fazendo com que Curry ficasse mais em quadra. Nesse momento os Blazers, depois de liderarem por duplo dígito no primeiro e segundo quartos e sentirem os Warriors encostarem, abriram de novo. O jogo foi para o intervalo com os mandantes vencendo por 10.

Mas no terceiro quarto essa vantagem sumiu e a partida foi para os minutos finais totalmente elétrica. Curry só foi acertar sua primeira bola de três com 4 minutos faltando e o jogo empatado em 100. Logo depois, Damian Lillard – 36 pontos na noite, mas mal no aproveitamento, com 9 de 30 na noite – fez uma bola sensacional de três para colocar seu time dois pontos à frente.

No minuto final, com os Blazers três pontos à frente, Harrison Barnes acertou uma bola importante atrás do arco. E com tudo empatado e a bola final para os californianos, Curry penetrou mas seu arremesso só acertou aro. O que seria diferente na prorrogação. Duas bolas de três depois de dribles sensacionais e 17 pontos dos 21 da equipe fizerm Curry mostrar que estava de volta. E os Warriors ficarem a uma vitória de chegar na final da Conferência Oeste.

Ele está de volta e avisou isso para quem estava no Moda Center

Jogo 3: Portland Trail Blazers (1-2) 120 x 108 Golden State Warriors (2-1) – sábado, 07/05

Com 40 de Lillard, Blazers vencem 1ª contra Warriors

Damian Lillard Blazers

Stephen Curry mais uma vez não jogou, mas seu espírito foi incorporado por Damian Lillard, que mais uma vez arrasou os Warriors com uma partida sensacional, com 40 pontos, 10 assistências, 5 rebotes. Assim veio a primeira vitória da equipe de Portland na semifinal do Oeste e na segunda vai ter a chance de empatar em 2 a 2.

No primeiro quarto os atuais campeões mais uma vez mostraram que mesmo sem seu MVP eles são competitivos. E Klay Thompson com 18 dos 28 pontos de sua equipe parecia imparável, fazendo os Warriors liderarem por seis ao fim dos primeiros 12 minutos.

Só que Lillard do outro lado é conhecido por chatear os californianos quando jogam no Moda Center. E foram 25 pontos só no segundo quarto, sendo o fiel da balança no quarto que foi decisivo: os Blazers fizeram 36 pontos e sofreram apenas 18 no 2º período, fazendo a gordura que conseguiria manter no fim.

Klay marcou bem, mas Lillard estava imparável

Mesmo com Draymond Green em uma partida sensacional – 37 pontos, 9 rebotes e 8 assistências – e Thompson terminando com 35, os Blazers conseguiram vencer porque também tiveram o complemento a Lillard com Al-Farouq Aminu fazendo 23 pontos, C.J. McCollum contribuindo com 22. Enquanto isso, Andre Bogut, Harrison Barnes e Shaun Livingston, respectivamente com 6, 7 e 5 pontos, não conseguiram fazer os atuais campeões encostar nos mandantes. Vale lembrar que na série inicial dos playoffs, os Blazers também tiveram um déficit de 2 a 0 e foram buscar.

Jogo 2: Golden State Warriors (2-0) 110 x 99 Portland Trail Blazers (0-2) – terça, 03/05

Warriors reagem e com último quarto incrível batem Blazers

Crédito: Instagram/reprodução

Foi uma chance gigantesca para o Portland Trail Blazers. Vencendo por 17 em dado momento e por 11 no começo do último quarto, a equipe viu os Warriors passarem que nem um rolo compressor no último quarto e liderados por Klay Thompson os atuais campeões venceram por 110 a 99, abrindo 2 a 0 na série.

O ala-armador fazia uma partida péssima até o último período vendo os Blazers dominarem os Warriors, forçando os atuais campeões a arremessar sem bom aproveitamento. Os visitantes chegaram a vencer por 17 ainda no segundo quarto. Damian Lillard, com uma bola de três incrível no estourar do cronômetro no final do terceiro quarto, fez os visitantes acreditarem que poderiam conseguir surpreender. Ele terminou com 25 pontos.

Mas Andre Iguodala e Festus Ezeli puxaram o banco e animaram o resto da equipe. Depois de apenas sete pontos na primeira metade do jogo, Thompson entrou na partida e com duas bolas de três, uma para empatar o jogo e outra para dar a primeira liderança para os Warriors na partida (vídeo abaixo), foram fundamentais. Assim como a defesa da equipe, que fez Lillard, Mason Plumlee e C.J. McCollum não conseguir pontuar. O placar do último quarto diz tudo: 34 a 12.


Agora os Warriors lideram por 2 a 0 a série e terão a volta de Stephen Curry para o jogo 3, que será no Moda Center em Portland.

Jogo 1: Golden State Warriors (1-0) 118 x 106 Portland Trail Blazers (0-1) – domingo, 01/05

Com 37 pontos de Klay Thompson, Warriors batem Blazers no Jogo 1

Crédito: Instagram/reprodução

Sem Stephen Curry, os Warriors acharam o que devem fazer para continuar ganhando jogos. Uma parte dessa solução é dar a bola para Klay Thompson. No primeiro jogo da série das semifinais da conferência, o ala-armador fez 18 pontos só no primeiro quarto e 37 na partida, acertando pelo terceiro jogo consecutivo sete bolas de três, recorde na história da NBA.

Se Klay continuar assim, a série vai acabar logo


E não foi só ele o destaque. Draymond Green teve mais uma partida completa, com um triplo-duplo de 23 pontos, 13 rebotes e 11 assistências.

Os Blazers não conseguiram ser páreo desta vez. Damian Lillard, apesar de seus 30 pontos, começou o jogo frio, errando 11 de seus 13 primeiros arremessos. C.J. McCollum também não foi bem, com apenas 12 pontos e cinco arremessos certos em 17 tentados. O time parecia nervoso e Gerald Henderson personificou isso, depois de Varejão ter feito uma falta, ele levantou e apontou o dedo na cara do brasileiro. Logo depois, ambos receberam a segunda técnica e foram ejetados.

Os Blazers têm a chance de serem melhores no jogo 2, na terça-feira também na Oracle Arena. Depois disso são dois jogos no Moda Center, mas possivelmente já com Stephen Curry de volta. Ou seja, a equipe não pode chegar arremessando mal.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top