NBA

O que estava na moda na última vez que os times vivos nos playoffs foram campeões

Michael Jordan (crédito: divulgação)

Michael Jordan (crédito: divulgação)

Todo playoff de NBA é incrível. Buzzer Beaters, polêmicas, viradas, zebras e agora, infelizmente, com Hack-a-someone.

Porém a pós-temporada de 2015 tem um ingrediente especial. Pela primeira vez desde 1998, teremos uma final sem Tim Duncan, Kobe Bryant ou Dwyane Wade. Os Spurs foram eliminados em série antológica contra o Los Angeles Clippers. O Miami Heat sofreu com as lesões e não se classificou para os playoffs na fraca conferência leste. E os Lakers… Bem, dos Lakers eu não preciso nem falar.

Esse fator todo especial também fará com que pelo menos uma grande seca de títulos seja quebrada. O último campeonato vencido por algum dos times ainda vivos na disputa da NBA foi em 1998.

Para dar a dimensão de quanto tempo faz que esses times não vencem um título, iremos aqui relembrar o que era “moda” na última vez que Bulls, Rockets, Wizards (na época, Bullets), Warriors e Hawks venceram a NBA. Clippers e Cavaliers não estão na lista por nunca terem vencido um campeonato.

Chicago Bulls em 1998

Em 1998 o time do cidade dos ventos venceu seu último título, seu maior ídolo, Michael Jordan se aposentou, mas não sem antes executar um dos mais lendários momentos da história do esporte.

1998 foi um ano de perdas. O maior das quadras se aposentou, e a televisão assistia o final de sua melhor sitcom da história. Em maio daquele ano, a série Seinfeld exibiu seu último episódio, e a televisão nunca mais foi a mesma. Se hoje existe Friends, How I Met Your Mother e derivados, é por conta de Jerry, George, Elaine e Kramer. E nenhum dos genéricos chega aos pés do original.

Já no Brasil, a telenovela Torre de Babel quebrava paradigmas da sociedade brasileira, e ainda mostrava em cadeia nacional uma das mais impressionantes cenas (para a época) de explosão e ação de uma obra televisiva.

Houston Rockets em 1995

No ano em que Hakeem Olajuwon e os Rockets conquistaram o bicampeonato consecutivo, o mundo e o Brasil assistiram a algumas bonitas histórias, e tecnologias inovadoras sendo divulgadas.

Na Brasil, Mamonas Assassinas vendiam como água cd's com seu rock irreverente a apresentações sensacionais. Ainda na terra do pau Brasil, a internet chegava para nunca mais sair.

Já todo o mundo viu em 1995 a sensacional história da Africa do Sul na copa do mundo de rugby de 1995, quando Nelson Mandela conseguiu unir o país em torno de um só propósito. E por último, Playstation. Foi o ano em que o mundo ocidental pôde jogar no primeiro console da Sony, e o mundo dos video games nunca mais foi o mesmo.

Washington Wizards em 1978 (na época, ainda Washington Bullets)

Quando os Bullets venceram os Supersonics na final de 1978 (faz muito tempo MESMO), o mundo assistia a estreia de um de seus mais carismáticos filmes: Grease.

A história de amor entre Olivia Newton-John e John Travolta ambientada nos anos 50 perpassa gerações e é até hoje um dos filmes mais queridos de todos os tempos.

Ainda em 78 foi lançada a série americana Dallas, que durou 13 temporadas. Infelizmente, não se fazem mais entradas como naqueles tempos…

Golden State Warriors em 1975

Enfrentando um Washington Bullets que havia vencido 60 jogos naquela temporada, os Warriors venceram seu único título desde que saíram da Philadelphia.

Foi nesse ano também que um dos mais históricos programas de humor foi lançado: Saturday Night Live. Em 40 anos de exibição, revelou humoristas antológicos como John Belushi, Bill Murray e Eddie Murphy, e outros nem tanto, como Adam Sandler…

Atlanta Hawks em 1958 (quando era St. Louis Hawks)

Faz muito tempo. Mais de 50 anos, mas os Hawks tem sim um título de NBA. O time foi campeão após feito notável: entregou a Bill Russell sua única derrota nas finais. O center de Boston seu machucou no jogo 3 da série, e não pôde ajudar os Celtics.

O ano de 1958 é especial para o brasileiro. Ainda no basquete, nascia Oscar Schmidt, o Mão Santa, o melhor jogador de basquete do Brasil de todos os tempos, e membro do Hall da Fama do esporte. No futebol, o Brasil vencia sua primeira copa do mundo, com o menino Pelé sendo a grande surpresa daquele campanha e Didi e sua folha seca, sendo o melhor daquela copa.

Mas sinceramente, quem liga para esporte quando a música número um das paradas de sucesso daquele ano era TEQUILA.

 

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popular

To Top