Lance Livre

O mês do funil

A temporada regular só acabará no dia 16 de abril, com os playoffs começando três noites depois. Mas já em março muita coisa se desenha e os times que estão voando em quadra neste período normalmente são os que farão as caminhadas mais longas na pós-temporada. Apenas citando a temporada passada, o campeão Miami Heat jogou 18 vezes no terceiro mês do ano. A primeira e única derrota veio no dia 27, para o Chicago Bulls.

Em 2014 o cenário não podia ser mais diferente. A equipe da Flórida perdeu três partidas seguidas, para os Bulls, Spurs e Rockets. Com a vitória contra o Washington Wizards na última segunda-feira, os atuais bicampeões garantiram já sua vaga nos playoffs na combalida Conferência Leste.

Liderada por quem? Pelo Indiana Pacers. Esqueça a vitória de ontem contra o Celtics, já que ela não significa muita coisa por causa do adversário mambembe. A equipe perdeu quatro partidas seguidas – Golden State, Houston, Charlotte (e por mais de 20 pontos) e Dallas – isso depois de ganhar apertado do Celtics, do Utah Jazz e do Milwaukee Bucks, três dos piores times da liga. Em um campeonato onde se joga praticamente dia sim dia não, é normal ter alguns tropeços, porém, o alerta amarelo (não foi um trocadilho com a cor da camisa) foi ligado porque o desempenho da equipe e de alguns jogadores em específico, como o pivô Roy Hibbert, caíram claramente.

Curiosamente, ou não, essa queda dos Pacers coincidiu com a troca de Danny Granger. Claro, o ala não era mais o franchise player que foi nos anos anteriores, entretanto, ele ainda era um dos líderes do elenco e sua despedida abrupta pode ter causado algum impacto no espírito da equipe, além da perda na rotação, que pouco a pouco Evan Turner, a moeda de troca de Granger, recupera. Enquanto isso do outro lado do país, San Antonio recuperou seu trono como líder do Oeste. Os Spurs dispensam apresentações porque sempre estão na briga , independente se a maior estrela, Tim Duncan, tem 25 ou 37 anos. E no mês do funil, o primeiro que sempre passa é o time texano: foram seis jogos, os seis com um W na tabela, ganhando dos Bulls em Chicago ontem.

Crédito: Instagram/Reprodução

Crédito: Instagram/Reproduçãolos angeles clippers,

As sete vitórias seguidas só não são a melhor sequência entre as 30 equipes porque os Clippers tem oito. Com 45-20 e a terceira posição no Oeste, o time de LA se mostra um candidato fortíssimo ao título. Se Chris Paul ainda não está comendo a bola depois de voltar de lesão, Blake Griffin está devorando, liderando o melhor ataque da liga, com 107.8 pontos. Um dos pontos fracos era o banco,mas este foi bem reforçado na janela com o já citado Granger, o interminável Hedo Turkoglu e Glen Davis. Ajuda também não ter mais Vinny del Negro no banco e sim Doc Rivers.

Quem tem que ficar esperto com a subida de rendimento do ex-primo pobre de Los Angeles é o Oklahoma City Thunder. Com a lesão de Russell Westbrook, o time se tornou ainda mais dependente de Kevin Durant. Com a volta do armador, os dois precisam carregar a carga ofensiva em todos jogos. O banco é apenas o 18 º da NBA em pontos. Em uma hipotética final de conferência contra os Spurs, ele fará a diferença: a média do banco de Popovich é de 45 contra 31.5 pontos por jogo dos Clips. Em pior situação com os reservas estão os Trail Blazers. Lillard, Matthews, Batum, Aldridge e Lopez fazem bem o serviço na maior parte do tempo, mas eles precisam descansar. E nesse descanso entram os piores reservas da liga, com apenas 25 pontos por partida. E quanto mais a temporada vai entrando na sua reta final e mais as pernas vão pesando, mais importância ganham os atletas “descansados”.

Obviamente o posicionamento nos playoffs é algo importante e motivará alguns times no início do mês de abril. De resto, aproveite as duas últimas semanas sem tirada de perna e astros repousando antes da longa pós-temporada.

Comments
NFL, NBA e MLB. Notícias, relatos e colunas. E uma pitada de humor de tiozão. Contato: [email protected]
Copyright © 2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18


Jogue com responsabilidade


Copyright © 2015 The Mag Theme. Theme by MVP Themes, powered by Wordpress.

To Top