NBA

Fã da NFL, seja bem-vindo à temporada 2019/20 da NBA: 17 coisas para você saber

lakers lebron james kyrie irving

Por que 17? Porque você clicou por causa desse número bizarro. Vamos logo aos pontos.

1 – Se você odiava o Houston Rockets, agora você vai odiar mais ainda. Eles foram o primeiro time em 57 anos de NBA a jogar uma partida sem colocar em quadra um jogador com mais de 1,98 m (e ganharam). Detalhe: a vitória veio contra os Mavericks de Kristaps Porzingis. Eu amo isso profundamente.

2 – Com a lesão de Stephen Curry, Russell Westbrook instável, Kyrie Irving louco, Chris Paul em uma fase diferente da carreira, temos um novo melhor armador da liga. Ele atende pelo nome de Damian Lillard e esse senhorito tem média de 48,8 pontos nos últimos seis jogos. Repito: 48,8.

3 – O Golden State Warriors é o pior time da liga e isso é a melhor coisa que pode acontecer para a franquia. Stephen Curry já está arremessando, mas por que voltar se o time pode deixar ele descansadinho, assim como Klay Thompson e montar um time com os dois, mais Draymond Green, uma escolha alta do Draft e D’Angelo Russell ou os frutos de uma troca de D-Lo? Melhor situação possível.

4 – Luka Doncic é o Lamar Jackson da NBA, tendo uma ascensão incrível para a segunda temporada depois de ter mostrado flashes na primeira. Não tem nada que ele não possa fazer em quadra: ele pontua, arma, dá passes incríveis e ainda pega rebotes. Mas não tem jeito, o Mahomes nesta comparação é Giannis Antetokounmpo e é provável que vejamos ele na final da NBA.

5 – O Philadelphia 76ers sem dúvidas é a maior decepção da temporada. O time está em sexto na Conferência Leste e a era Brett Brown parece mesmo chegar perto do fim. A equipe tem sérios problemas de química, tanto que com a saída de Joel Embiid a equipe passou a jogar um pouco melhor, já que Simmons não combina com o pivô, o inverso também se aplica e Al Horford não deu certo.

6 – Já os Celtics estão melhores que a encomenda. A equipe está em terceiro no Leste, tendo caído um pouco de rendimento em janeiro, quando teve duas sequências de três jogos seguidos sem vitória. Tatum e Brown são os pontos fortes da equipe e Kemba Walker complementou ambos sem abrir mão de seu jogo de uma forma que Kyrie Irving não conseguiu. O problema é a posição 5 e por isso o time é um dos que estariam interessados em Clint Capela.

7 – O Minnesota Timberwolves segue não tendo solução. A equipe é a segunda pior do Oeste e parece que vai perder Towns – seja ao fim de seu contrato ou sendo obrigado a trocá-lo – assim como perdeu Kevin Love e anteriormente fez Kevin Garnett sair também. O time parece interessado em D’Angelo Russell, mas sei lá o que te dizer sobre isso, já que o coitado não vai conseguir arrumar anos e anos de resultados abaixo do esperado.

8 – Apesar de termos falado de Capela e Russell, a Trade Deadline não deve ser muito movimentada. Bradley Beal era uma superestrela que poderia entrar em negociações, mas ele preferiu assinar uma extensão e continuar perdendo em Washington. Os nomes ventilados, além dos citados são Jrue Holiday, Kevin Love e a novela Andre Iguodala, que ainda não estreou pelos Grizzlies e nem irá fazer isso.

9 – O casamento Anthony Davis e LeBron James deu certo. O camisa 23 está focando mais em ser um garçom e tem disparado a maior média de sua carreira nesse quesito, com 10,7 por jogo. Já Davis tem 26,2 pontos e quase 10 rebotes por jogo. Os Lakers estão usando bem a temporada regular para descobrir quintetos viáveis e criar laços, já que o time teve quase que começar do zero.

10 – O Los Angeles Clippers está no piloto automático. A equipe tem talento de sobra, mas teve sequências de jogos horripilantes. Era esperado que Kawhi Leonard e Paul George também fossem poupados em alguns jogos (38 e 29 jogos, respectivamente), já que o resto da equipe tem histórico de jogar junto.

11 – O Thunder começou o ano sendo visto como uma equipe com tudo à venda. Com 30 vitórias e confortável na sétima posição, tudo está sendo melhor que a expectativa. Chris Paul deu um choque de energia em sua carreira, Shai Gilgeous-Alexander é tudo isso mesmo e a equipe agora pode até usar das 500 picks que tem das trocas de Paul George e Russell Westbrook para reforçar suas alas. Mesmo que não faça isso, será um time chato de eliminar nos playoffs.

12 – Os Bucks são o melhor time da NBA. Falamos nisso neste post.

13 – Toronto é incrível. O time está em segundo no Leste menos de oito meses depois de ter perdido seu MVP das finais e mais um titular importante. São 11 vitórias seguidas da equipe. Não à toa, Paskal Siakam ficou fora 11 jogos, perdeu o primeiro depois de sua volta e depois sua equipe não foi mais derrotada.

14 – Zion Williamson demorou a estrear. Ele ainda parece cheinho demais. Mas é inegável que o cara é um monstro. Ele tem 61,5% de aproveitamento nos seus arremessos e já tem médias de 19,5 pontos e 8,2 rebotes, mesmo com minutos limitados

15 – O New York Knicks demitiu seu presidente de operações depois do trabalho atroz dos últimos anos. A intenção é ir atrás de Masai Ujiri, o arquiteto dos Raptors campeões. Difícil é ele querer pegar essa barca furada.

16 – A briga pela oitava posição do Oeste será de foice. A diferença do sétimo (Thunder) para o oitavo é de cinco vitórias, a mesma coisa que desse oitavo (Grizzlies) para o 12°, o Phoenix Suns. O mais “legal” é ver se o San Antonio Spurs vai encerrar sua sequência desde 96/97 indo para os playoffs. O time já passou pelo pior – oito derrotas seguidas, dez em 11 jogos – e seu jogo continua “esquisito”: pior time em pontos conseguidos com bola de três, segunda menor porcentagem de bolas de três arremessadas comparado com o número total de arremessos.

17 – Continuamos não gostando de Carmelo Anthony. E continuamos entregando o Troféu Brian Scalabrine no nosso Instagram.

Comments
To Top