NBA

Não espere os Lakers fazerem algo nesta janela; foco é na offseason (de 2019?)

Lakers

Depois da troca de Blake Griffin do Los Angeles Clippers para o Detroit Pistons, o mercado deu uma acalmada antes do fim da janela de transferências da NBA, que acontece nesta quinta-feira. E se você está olhando para o Los Angeles Lakers, está perdendo seu tempo.

Segundo os jornalistas Adrian Wojnarowski e Ramona Shelburne da ‘ESPN americana’, a equipe não deve se movimentar agora e pode esperar até a offseason de 2019 para fazer algo. A mudança mais significativa é o possível adiamento em um ano para os Lakers serem agressivos na free agency, algo que a franquia sempre mostrou para montar grandes times.

A razão para pensar em 2019 e não em 2018 seria a possibilidade de Paul George ficar no Thunder e assinar um contrato com a franquia, depois de ter indicado, ainda como jogador do Indiana Pacers, que gostaria de jogar no seu estado natal da Califórnia.

Outra possibilidade era DeMarcus Cousins, free agent nesta offseason mas que depois de uma lesão no tendão de Aquiles sua volta inspira algumas dúvidas, o suficiente para fazer um contrato de quatro anos e mais de US$ 150 milhões parecer quase uma loucura.

E por fim há LeBron James. O boato que liga o jogador aos Lakers já está fazendo aniversário de um ano quase, só que o camisa 23 do Cleveland Cavaliers sempre soube jogar o jogo da free agency e mantém todas suas opções abertas, assim como fez quando deixou os Cavaliers pela primeira vez. Segundo a matéria da ESPN, LeBron teria dúvidas sobre se os Lakers conseguiriam outra estrela para jogar com ele.

Em 2019, teremos mais All-Stars negociando novos contratos. São eles Klay Thompson, Kawhi Leonard e Jimmy Butler.

Saindo aqui da postura de relator e redator e vestindo minha carapuça de dono das teorias da conspiração, isso pode ser apenas um blefe do Los Angeles Lakers. Na semana passada, Wojnarowski relatou que LeBron James se sentaria com o Golden State Warriors caso a franquia californiana tivesse a possibilidade de pagar um contrato máximo para ele.

Isso nada mais é do que uma isca dos agentes de LeBron para a) forçar os Cavaliers a trocarem sua escolha de 1ª rodada do Brooklyn Nets, que veio na troca com Boston, para fortalecer a equipe e b) mandar um sinal para os Lakers que eles vão ter concorrência nesta offseason e é bom a oferta vir polpuda e eles irem atrás de mais gente.

Por isso desconfio bastante sobre essa súbita mudança de foco para 2019 dos Lakers, sendo que Magic Johnson sempre disse que seria agressivo no seu cargo e faria a franquia voltar aos velhos tempos e a torcida não vai tolerar outro ano sem graça com está sendo este.

Ou seja, a NBA hoje é uma gigantesca mesa de xadrez. E parece que a principal peça é LeBron James.

Comments
To Top