Mundial 2014

Com passeio no terceiro quarto, Estados Unidos batem Lituânia e estão na final do Mundial

(Foto: Reprodução/Facebook)

(Foto: Reprodução/Facebook)

Na tarde desta quinta-feira, 11 de setembro, um dia tão marcante na história dos Estados Unidos, a Seleção Norte-Americana de bateu a Lituânia pelo placar de 96 a 68 e se classificou para a grande final do Mundial de Basquete.

Agora, os comandados de Mike Krzyzewski aguardam a partida entre França e Sérvia para descobrir quem será seu adversário na decisão do campeonato, no próximo domingo, 14 de setembro.

Kyrie Irving foi o cestinha da partida. O jovem armador anotou 18 pontos, deu quatro assistências e ainda conseguiu dois roubos de bola. Klay Thompson e James Harden também se destacaram. Ambos marcaram 16 pontos.

Mindaugas Kuzminskas quase conseguiu um duplo-duplo e foi o melhor jogador da Lituânia em quadra. O camisa 6 fez 15 pontos e pegou nove rebotes. Jonas Valanciunas se destacou também com 15 pontos. Donatas Motiejunas foi a grande decepção do duelo. Muito bem marcado, o ala-pivô anotou apenas dois pontos.

O primeiro quarto teve um início bem equilibrado, com muitas trocas de liderança no marcador. Enquanto a Lituânia priorizava o jogo dentro do garrafão, os Estados Unidos preferiram os arremessos de longa distância. Assim, com uma boa sequência nos minutos finais, os norte-americanos venceram o período por 21 a 16.

A dinâmica do duelo não mudou no segundo quarto. Porém, houve momentos em que os comandados de Mike Krzyzewski ameaçaram abrir uma vantagem elástica no placar, mas os adversários conseguiram segurar o ímpeto estadunidense e ir para o intervalo perdendo apenas por oito pontos (43 a 35).

A cara do jogo mudou após a pausa. Os Estados Unidos aprimorou a defesa e brilhou no ataque. Além disso, os lituanos abusaram dos erros e viram os adversários abrirem 16 a 2 nos primeiros cinco minutos de quarto. Assim, já era tarde quando os europeus acordaram e tentaram se recuperar no placar. Os norte-americanos abriram 27 pontos de vantagem (76 a 49) no marcador e foram com a partida praticamente definida para o último quarto.

Com o resultado quase certo, o quarto período foi o mais equilibrado de toda a partida. Os Estados Unidos colocaram apostaram na velocidade dos contra-ataques, apenas administrando o duelo. Deste modo, os norte-americanos venceram o jogo por 96 a 68 e se classificaram para mais uma final de Mundial.

Comments
To Top