NBA

Milwaukee Bucks está preocupado por Thon Maker após medida de Trump

Thon Maker Milwaukee Bucks

Crédito: Instagram/reprodução

Com a proibição imposta pelo governo de Donald Trump de conceder vistos a pessoas de uma lista de sete países, o Milwaukee Bucks está preocupado com Thon Maker. O jogador é do Sudão, que é citado nessa proibição, e apesar de ter nacionalidade australiana, poderia ter alguma dificuldade. E justamente neste fim de semana, a franquia de Milwaukee teve que cruzar a fronteira para enfrentar o Toronto Raptors.

Com essa medida temporária, a gestão de Trump impede que pessoas desses países, todos eles de maioria muçulmana, entrem no país. Irã, Iraque, Líbia, Iêmen, Somália e Síria são os outros que constam na lista.

O argumento oficial é evitar a entrada de pessoas envolvidas com organizações terroristas, que atacaram os Estados Unidos algumas vezes nos últimos anos e constantemente na Europa. Já instituições de direitos humanos repudiam completamente a medida.

A NBA, também preocupada com o assunto, lançou uma nota por meio de seu relações públicas, Mike Bass. “Nós entramos em contato com o Departamento de Estado e estamos no processo de captar informações e entender como esta ordem executiva vai se aplicar a jogadores de nossa liga que são dos países impactados. A NBA é uma liga global e nós nos orgulhamos de termos os melhores jogadores de todos os lugares do mundo.”

Maker mudou com sua família para a Austrália em 2002, ganhando a cidadania posteriormente. Por ele viajar com seu passaporte australiano, não deve ter problemas. Mesmo caso de Luol Deng, ala do Los Angeles Lakers e que curiosamente nasceu na mesma cidade que Thon Maker (Wau) e que também tem um passaporte de outro país (britânico).

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top